Governo investirá R$ 1bilhão em obras de sustentabilidade hídrica

O governador Ricardo Coutinho anunciou o investimento de R$ 1 bilhão em obras de sustentabilidade hídrica para o Estado, que envolve a reconstrução da barragem de Camará, saneamento básico e a de integração das bacias litorâneas do Estado, o chamado Canal das Vertentes que compreende sete bacias. O secretário executivo de obras do PAC, Ricardo Barbosa detalhou a imprensa onde os recursos serão investidos e falou da importância das obras para a população paraibana.

 
Para a construção do Canal das Vertentes que integrará as bacias dos rios Paraíba, Gurinhém, Miriri, São Salvador, Manguape, Araçagi e Camaratuba serão destinados recursos da ordem de R$ 850 milhões. Este projeto vai garantir o abastecimento d”água para as cidades de Itatuba, Ingá, Mogeiro, Itabaiana, São José dos Ramos, Sobrado, Riachão do Poço, Sapé, Mari, Cuité de Mamanguape, Araçagi, Itapororoca e Curral de Cima. Esta obra está sob a execução da Secretaria de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia.
 
Conforme, o secretário Ricardo Barbosa, além disso, propiciará as comunidades das regiões políticas de desenvolvimento da agricultura familiar, da piscicultura, agricultura empresarial, melhoria da qualidade de vida e emprego e renda no meio rural.
 
O governo investirá ainda R$ 82 milhões em obras de Saneamento e Esgotamento Sanitário (SES), abastecimento de água e urbanização beneficiando os municípios de Santa Rita, Bayeux, além da Capital. Em João Pessoa, a implantação do SES abrangerá os bairros de Valentina Figueiredo, Seixas, Penha, José Américo, Colibris e Água Fria com ligações domiciliares, rede coletora, estação elevatória.
 
Os recursos contemplarão ainda melhoras na Estação de Tratamento de Gramame e reforço no Sistema de distribuição das áreas de influência dos reservatórios 1 2, 6 e 11 compreendendo a adequação de estação elevatória e construção de adutoras. Em Santa Rita, será para a implantação de barragem de nível para captação de água capaz de atender às demandas planejadas para abastecimento de água da cidade.
 
Segundo Ricardo Barbosa, fechando o montante de R$ 1bilhão, o governo vai destinar ainda R$ 29 milhões para a reconstrução da barragem de Camará e R$ 7 milhões para a construção de Pitombeiras. “O governo optou pela reconstrução desta barragem, uma vez que, a de Manguape era totalmente inviável tanto por conta da péssima qualidade da água quanto do desnível de curso da água”, explicou
 
Camará vai atender mais de vinte municípios e Pitombeiras vai suprir os municípios entre Juarez Távora, Alago Grande, Esperança que seriam beneficiados pela barragem de Manguape. O secretário explicou ainda que os R$ 39 milhões remanescentes serão gastos na rede adutora para abastecimento destas cidades.
 
“O governo da Paraíba também fez ver ao governo federal, que além desses pontos negativos sobre a barragem de Manguape que tem que se fazer a rede de adutoras. Então, com esse recurso o governo vai fazer todas as adutoras para levar a água para todos esses municípios, o que dará segurança hídrica de vinte anos para toda a população”, ressaltou. 
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.