Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Governador veta acréscimo nos salários e aumenta carga horária do Estado

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Como já havia sido informado em primeira mão pelo Parlamentopb, o governador Ricardo Coutinho anunciou um pacote de medidas como a suspensão do reajuste do seu salário, do vice Rômulo Gouveia e de todos os secretários empossados. O governador ressaltou que o momento é de "apertar o cinto" durante os primeiros meses de governo.

Esta medida, anunciada durante a posse dos novos secretários, que ocorreu na manhã de hoje Teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural, em João Pessoa, veta o reajuste de 27,92% concedido pelo ex-governador José Maranhão, que passaria a vigorar em 1º de fevereiro.

Segundo o governador, todas as diretrizes apontadas pelo novo governo tem o objetivo de buscar o equilíbrio financeiro do Estado. Dados preliminares apresentados à equipe de transição de governo, antes da posse, davam conta de que o antigo governo ultrapassava o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal e que diversas dívidas com fornecedores ainda teriam que ser saldadas pelo novo governo.

Ricardo Coutinho também informou o cancelamento de todos os convênios que garantiam verbas para a realização de festividades, assinados pelo seu antecessor, com alguns municípios. De acordo com o socialista, a medida deve gerar economia aos cofres públicos estaduais.

40 horas – Ricardo Coutinho também garantiu mudanças para o expediente do funcionalismo estadual, que volta a ser de 40 horas semanais. Para isso, três liminares garantem o funcionamento da máquina, sendo uma que trata do estouro da folha de pessoa e outras duas sobre inadimplências e convênios. De acordo com Ricardo, o Governo da Paraíba tem nove inscrições inadimplentes. Ele afirmou ainda que equilibrará financeiramente o Estado e para tal, deixará de preencher 40% dos cargos comissionados.

Orçamento Democrático e Empreender PB – Outra medida anunciada foi a criação do Programa Empreender Paraíba e do Orçamento Democrático, ambos projetos de sucesso de sua gestão como prefeito de João Pessoa, que contemplarão todas as regiões do Estado. O programa Empreender pretende gerar emprego e renda e contribuir para inclusão social. Já o Orçamento Democrático, pretende atender cada região conforme as necessidades apresentadas pela população.

Retomada das obras
– Ricardo Coutinho afirmou que o prazo para retomada das obras paralisadas é de 45 dias. Para tanto, uma comissão será formada para garantir o levantamento das obras e a retomada dos serviços.

Ele anunciou ainda que órgãos como Cagepa, Infraestrutura e Recursos Hídricos têm 30 dias para fazer um levantamento de todas as obras que foram iniciadas e não foram concluídas, dando início a sua conclusão.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

imagem_2024-06-25_131911480-2

Juiz suspende reunião do PSOL que decidiria pelo apoio a Cartaxo

prefeito

Opinião: Atriz atua e não substitui responsabilidade social de gestor

onibus

Ônibus colide com poste no bairro dos Bancários, em João Pessoa

concurso-policial-penal

MPPB, secretarias e sindicato deliberam sobre concurso para policial penal

banheiro

Suspeito de estuprar mulher durante festa de São João em Santa Rita é preso nesta segunda

Dinheiro muito

Prazo para 16 ganhadores do Nota Cidadã resgatarem R$ 40 mil em prêmios termina dia 20

João Almeida, foto divulgação

Ex-vereador João Almeida está internado após cirurgia cardíaca

Programa Justiça 4.0

Programa Justiça 4.0 abre 35 vagas de trabalho

INSS na Paraíba

Servidores do INSS na Paraíba entram em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira

Celso Batista e Luciano Cartaxo

PSOL decide hoje se mantém pré-candidatura de Celso Batista ou apoia Luciano Cartaxo