Gleisi participa de velório de integrante do MST morto em Alhandra, na PB

A presidente da executiva nacional do PT, Gleisi Hoffmann, chegou na tarde deste domingo (9) ao velório de José Bernardo da Silva, o Orlando, integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Ela discussou em meio aos familiares e amigos dos militantes que foram assassinados na noite desse sábado (8), no acampamento Dom José Maria Pires, em Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba. A outra vítima foi Rodrigo Celestino.

Saiba mais

Extermínio: Dois militantes do MST são assassinados por encapuzados em acampamento em Alhandra

Gleisi divulgou sua vinda à Paraíba nas redes sociais e compartilhou uma live diretamente do velório de Orlando. Estiveram presentes também o governador Ricardo Coutinho, o eleito deputado federal Frei Anastácio e o vereador da Capital, Marcos Henriques.

Gleisi questionou as desigualdades sociais. “Morre lutando por um pedaço de terra. Para poder dar uma condição à família. Como disse a primeira companheira que falou aqui, como é triste ver uma criança com fome. E aí os companheiros que enfrentam essa situação pagam com a vida. É isso que a gente vê nesse país de exclusão, onde a maioria luta para sobreviver e não para viver, literamente.”

O governador Ricardo Coutinho questionou a onde de violência e intolerância no país. “Para onde caminha esse país? Temos aqui uma perda pessoal, afetiva, familiar desse companheiro. Temos aqui também uma perda que é um quadro de liderança. Isso leva tempo, provações, reconhecimento, legitimidade… A tendência é que isso fique pior. Há uma criminalização da sociedade. Temos que estar atentos a isso: a serpente saiu do ovo, está espalhada na cabeça de muita gente, que sonha em poder resolver qualquer problema referente a sua concentração fundiária na base da bala.”

Gleisi participa de velório de integrante do MST morto em Alhandra, na PB

1 comentário

  • Edgar
    16:23

    Foi morto por ter invadido terra dos outros então teve o que merece agora aparece pessoas ligadas a patidos para fazer média entre esses integrantes pau mandados do PT e eles não acordaram ainda a Gleise pilantra vai ser presa e entre outros qua a acompanha invadir terra dos outros é considerado atentado terrorista se fosse terra minha seriam recebidos a bala e o tal do Boulos cade ele porque não da as caras nas invasões covarde coloca pessoas inocentes para serem alvejadas em nome de gente podre com esses ligados ao PT a farra vai acabar pode esperar estamos de olhos bem abertos…

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.