Futuro gestor da Docas-PB é apresentado aos funcionários da Companhia

"O estigma negativo que acompanhou a história da Companhia Docas da Paraíba até bem pouco tempo faz parte do passado. A empresa é viável, dá lucro e a gestão de Dr. Wagner Breckenfeld mostrou que o Porto dá certo e nós vamos ampliar esse trabalho. Sou um vendedor e meu foco será resultados. Vou ampliar os horizontes do Porto e contribuir com um futuro melhor para a Paraíba”, afirmou Wilbur Jácome, o próximo presidente da Companhia Docas da Paraíba,  durante a primeira reunião com os funcionários da Companhia, na manhã desta quarta-feira (19).

Nesta quinta-feira (20), o atual gestor do Porto vai convocar o Conselho de Administração (CONSAD) para referendar a indicação do governador Ricardo Coutinho para o cargo.  Somente após a reunião do órgão, marcada para a próxima segunda-feira (24), às 16h, o novo diretor presidente da Docas/PB,  e seu vice, Antônio Ricardo de Andrade, serão empossados.

Na abertura da reunião, realizada no auditório da Companhia, o atual gestor da Docas/PB falou dos avanços que o Porto teve nos últimos dois anos, destacando que a transição é um procedimento natural em se tratando de uma empresa de economia mista. “A Docas é uma empresa que não passa por momentos de aflição por conta da transição. Esse é um procedimento de praxe e estamos muito tranqüilos, pois estamos deixando um Porto superavitário, economicamente equilibrado e em condições de se desenvolver mais ainda”, afirmou Wagner, que solicitou aos funcionários presentes que repassassem todas as informações solicitadas por Wilbur para que ele pudesse se inteirar dos fatos da empresa, antes mesmo de assumir o cargo oficialmente. Wagner também enfatizou que a escolha do futuro gestor da Docas/PB foi muito bem feita. “Wilbur conhece as especificidades do mundo portuário, por já ter experiência com uma empresa de trading, além de ter uma visão de mercado interessante”, afirmou ele.

Parafraseando a parábola da águia que foi criada com galinhas e que só se descobriu com os atributos naturais da raça após ter crescido, Wilbur disse o que espera dos funcionários da Docas/PB. “Estou chegando para descobrir qual o talento que cada um de vocês tem para voarmos juntos. Vamos ser águias daqui em diante. Não vou carregar na minha biografia um Porto que não deu certo. Essa não vai ser minha herança”, afirmou Wilbur.

“É um desafio e tanto que estou encarando com muito entusiasmo. Quero formar uma equipe de águias para tornar o caminho do Porto ainda melhor e mais promissor”, destacou Wilbur Jácome, que durante a reunião adiantou alguns de seus projetos, a exemplo da criação de uma Lei de Incentivo a atividade portuária no Estado e a criação de um curso técnico de comércio exterior, formando mão de obra em Cabedelo.

Ainda durante a reunião, o vice-presidente do Sindicato dos Portuários, Marcos Aquino, falou dos avanços que a categoria teve na atual gestão e da importância da futura direção da Docas/PB dar continuidade ao trabalho que foi iniciado por Wagner Breckenfeld. “Foi Dr. Wagner que lançou a pedra fundamental para dar melhor visibilidade ao Porto, que mostrou que o nosso Porto é viável e que é possível desenvolver um trabalho sério na Companhia. Vivemos hoje uma nova era e nosso desejo é que isso seja ampliado”, destacou Marcos Aquino, invocando Deus para abençoar essa nova jornada da Companhia. Na ocasião, ele também solicitou de Wilbur especial atenção com a situação de pendências judiciais que envolvem alguns funcionários da Docas/PB e que precisarão da intervenção direta do futuro gestor para serem solucionadas. O vice-presidente da Docas/PB, Edézio Rezende, também parabenizou a indicação de Wilbur Jácome e falou de sua satisfação de ter dividido com Wagner a gestão da Companhia.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.