Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Fundação PB Saúde convoca novos aprovados em concurso e processo seletivo

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Fundação Paraibana de Gestão em Saúde (PB Saúde) publicou, nesta quarta-feira (10), três novos chamamentos de aprovados: dois referentes ao Concurso Público 001/2021, e um ao Processo Seletivo 001/2022. Os novos convocados devem ficar atentos ao prazo de envio dos documentos que já está aberto, e segue até a próxima sexta-feira (12), às 23h59, para os três editais. As listas de convocados podem ser consultadas no site da Fundação (Abas: Concurso Público e Processo Seletivo) e no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE-PB).

Veja a lista de convocados na 7ª chamada de reclassificados do concurso

Veja a lista de convocados na 19ª chamada do concurso

Veja a lista de convocados na 16ª chamada do processo seletivo

Na 7ª chamada dos reclassificados do concurso, foram convocados 14 aprovados para os cargos de: enfermeiro, assistente social, nutricionista, enfermeiro emergencista e enfermeiro intensivista pediátrico.  Esses profissionais devem enviar os documentos para admissão, por meio do formulário eletrônico disponível em: https://tinyurl.com/Reclassificados-PBSAUDE.

Já no que se refere ao 19º edital de convocação do concurso, entre os 99 convocados, estão os cargos de assistente administrativo, auxiliar administrativo, auxiliar de cozinha, psicólogo, técnico de enfermagem, analista de departamento pessoal, analista de redes, sistemas e software, técnico de informática, assistente social, médico pediatra, fisioterapeuta intensivista pediátrico, fonoaudiólogo, enfermeiro, farmacêutico, enfermeiro intensivista pediátrico e médico. Estes profissionais devem enviar a documentação necessária por meio do link:  https://tinyurl.com/ConcursoPublico-PBSAUDE.

No Processo Seletivo foram convocados 11 aprovados, sete técnicos de enfermagem e quatro enfermeiros que devem enviar os documentos, por meio do formulário eletrônico disponível em: https://tinyurl.com/ProcessoSeletivo-PBSAUDE.

Em caso de dúvidas, há uma Central de Atendimento que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30m, através do telefone (83) 3229-9103. No site da Fundação (https://www.pbsaude.pb.gov.br/) está disponível a lista de admissão com a relação dos documentos exigidos.

O concurso 001/2021 da PB Saúde tem validade de 24 meses, podendo ser prorrogável por mais 24 meses, a contar da data de homologação. O Processo Seletivo 001/2022 tem a validade de 12 (doze) meses, a contar da data de publicação da homologação, e pode ser prorrogado por igual período, a critério da Fundação.

A convocação dos candidatos é feita conforme a necessidade do serviço, obedecendo criteriosamente à ordem de classificação. Todas as publicações são feitas no site da PB Saúde e também no DOE-PB, sendo de responsabilidade dos candidatos o acompanhamento das convocações.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

edsonfachin

Ministro do STF decide arquivar ação contra reeleição antecipada de Adriano Galdino

Sodiê

Governo da Paraíba dispensa emissão de documentos fiscais em mercadorias doadas ao RS

lovina

MPF intervém e Prefeitura de Cabedelo demole obra ilegal de contenção marítima do Lovina

chuvasrs (1)

Com chuva forte, água sobe pelos bueiros e volta a inundar ruas em Porto Alegre

1af1367b-89e5-4e87-ae7e-586266147ed4

Paraíba participa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite a partir de segunda

tourinho1 (1)

APCA homenageia imprensa da Paraíba com a Comenda Acadêmico Mário Tourinho

Poste, batida

Paraíba registra 242 colisões em postes este ano; João Pessoa e Campina lideram

Lixão a céu aberto

Prefeitura de Catolé do Rocha deve pagar indenização por lixão a céu aberto

Luciano Cartaxo 3

Luciano Cartaxo tem alta e deixa hospital em João Pessoa

PF operação

Operação da PF mira empresas clandestinas de segurança privada