Funcionários dos Correios na Paraíba voltam ao trabalho nesta terça após o fim da greve

Em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (12), os funcionários dos Correios e Telégrafos na Paraíba decidiram por um fim ao movimento iniciado na zero hora de ontem. O fim da paralisação foi decidido após o Tribunal Superior do Trabalho (TST) declarou que o movimento era ilegal.

O secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (Sintect-PB), Husman Tavares, informou que os trabalhos voltam ao normal já nesta terça-feira (13). Mas, segundo ele, os funcionários continuarão em “estado de greve”, podendo voltar a paralisar as atividades a qualquer momento.

Em nota divulgada ontem, a direção dos Correios se manifestou contra a greve da categoria. A nota divulgada pela entidade afirma que o movimento é “injustificado e ilegal” e ressalta que não houve descumprimento de nenhuma cláusula de acordo coletivo de trabalho da categoria.

No texto, o órgão acusa as representações dos trabalhadores de terem divulgado uma extensa pauta de reivindicações “que nada têm a ver com o verdadeiro motivo da paralisação” para “ganhar a opinião pública”.

A paralisação dos funcionários dos Correios foi motivada por mudanças no plano de saúde dos funcionários que envolvem retirada de cobertura e cobrança de mensalidades, além de outros pontos, como fechamento de agências; demissão de trabalhadores; privatização dos Correios e falta de segurança nas agências.

Comentários