Freira é barrada em base onde Dilma passa o Carnaval

A determinação da presidente Dilma Rousseff de se manter em completo isolamento durante o Carnaval no Rio Grande do Norte não poupou nem uma freira, conhecida por ações filantrópicas no Estado.

Na manhã desta segunda-feira (7), a irmã Lúcia Montenegro, fundadora da Casa do Menor Trabalhador, criada há 22 anos em Natal, foi barrada na entrada do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, da FAB (Força Aérea Brasileira), onde Dilma está hospedada desde sexta-feira com a família.

Depois de cerca de 40 minutos de conversa com os militares responsáveis pelo controle do acesso à base militar, no município de Parnamirim (RN), a freira acabou desistindo do encontro com a presidente.

Ela não quis falar com a imprensa, mas o argumento dos militares, segundo Laíse Montenegro, irmã da freira, foi de que a presidente estava disposta a descansar. Desde sexta-feira, Dilma não recebeu ninguém no hotel de trânsito onde passa o Carnaval.

O isolamento da presidente envolve até a proibição de que militares e eventuais prestadores de serviço que tenham acesso mais próximo a ela portem telefones celulares equipados com máquina fotográfica.

Pelo mar, uma corveta da Marinha vigia dioturnamente uma linha imaginária de três milhas náuticas (5,5 km) desde o limite de Parnamirim com Natal. No sábado, a Folha tentou se aproximar do local com um barco alugado, mas foi interceptado por militares.

O chefe de gabinete de Dilma, Giles Azevedo, continua de sobreaviso na praia da Pipa, a cerca de 35 km da base onde a presidente está hospedada. Com Dilma, estão a filha, Paula Rousseff, o neto, Gabriel, e o genro, Rafael Covolo. A presidente deve retornar a Brasília amanhã à tarde.

TARTARUGAS

Apesar de não ter deixado as instalações da Aeronáutica, a presidente participou hoje da soltura de cem filhotes de tartaruga-de-pente, na praia localizada no centro da Barreira do Inferno. A soltura foi acompanhada por integrantes do Projeto Tamar.

Dilma ainda acompanhou, nesta segunda, uma apresentação feita pelo diretor do centro de lançamento, coronel Guilherme Silveira de Medeiros, sobre as atividades espaciais brasileiras.

No domingo, a prefeita de Natal, Micarla de Souza (PV), comprou e conseguiu fazer chegar às mãos de Dilma um quadro de uma mandala, utilizada em rituais como ponto focal para meditação, pintada pelo artista Ivo Maia, de Ceará-Mirim (RN).

A prefeita também presenteou Dilma com um livro de fotografias da capital potiguar, do fotógrafo Canindé Soares.

 

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.