Frei Anastácio critica briga política de Bolsonaro com governadores na pandemia

O deputado Federal Frei Anastácio (PT/PB) criticou o Presidente da República que, diante do pior momento da pandemia, com o Brasil caminhando para as 300 mil mortes por Covid-19, está preocupado, segundo ele, em realizar “queda de braço” com os governadores para defender sua ideologia política. “Em vez de ir ao STF contra medidas restritivas dos governadores, Bolsonaro deveria estar preocupado com a vida do povo”, disse o deputado.

O parlamentar relatou que os governadores estão tomando medidas restritivas porque é a única providência, diante dos resultados negativos, frutos da política negacionista do presidente que contribuiu e contribui para o agravamento da pandemia.

“Se Bolsonaro tivesse tomado as providências devidas no início da pandemia, o país já estaria saindo dessa crise generalizada. Mas, em vez disso, ele negou comprar vacinas, provoca aglomerações, mostra desprezo pelas mortes e em relação ao sofrimento da nação, e ainda faz de conta que não existe nada de mal assolando a nação”, afirmou.

Proteção

O deputado destacou que diante do grave momento pelo qual passa o Brasil, com a pandemia, é preciso atender às recomendações das autoridades de saúde. “O que as autoridades recomendam é se proteger, realizar o distanciamento social e esperar pela vacina. Mas o presidente não quer nada disso, em nome da economia. Ele quer que os pobres enfrentem a morte para gerar lucro para os ricos”, afirmou.

Frei Anastácio ressalta ainda que se Bolsonaro não tivesse recusado comprar vacinas, em julho do ano passado, mais da metade da população já estaria vacinada. “Agora, estamos com a vacinação lenta por falta de estoque, fila de espera nas UTIs para Covid-19, o número de mortes aumentando e poderá até faltar medicamentos essenciais para o processo de intubação de pacientes. Não há outra designação para esse presidente, a não ser que ele seja um genocida. Até imitação de desprezo sobre os pacientes com Covid, ele fez em uma de suas lives na internet. Gesto semelhante, era feito por Hitler para imitar o sofrimento dos judeus assassinados nas câmaras de gás”, lamentou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.