Fotos de Christinne Eloy mostram realidade aumentada e estudo da vida marinha

Se do alto o chamam “Planeta Azul”, é no fundo das águas do mar que um universo de cores se revela. Corais dourados, algas em tons de verde, poríferos avermelhados, cnidários semitransparentes, peixes multicoloridos, pontos neon, linhas em furtacor. Está tudo lá, em um cenário natural para contemplação de poucos. A partir das 9h deste sábado (22/12), porém, esses quadros do fundo do mar poderão ser visitados por quem quiser conferir a exposição fotográfica Um mergulho nos recifes costeiros da Paraíba, da bióloga e fotógrafa Christinne Eloy, que escolheu como primeira casa da Mostra o Aquário Paraíba, na Praia do Seixas.

De caráter itinerante e pedagógico, a Mostra traz em sua estrutura dezesseis imagens produzidas em ambientes marinhos da costa paraibana. Contudo, o projeto da exposição mergulha ainda mais fundo, inovando na interface entre fotos, códigos de computação em realidade aumentada e produção de material audiovisual. “Queremos que os visitantes possam sair da exposição com algum aprendizado acerca dos recifes costeiros do nosso Estado. Por isso, vamos distribuir postais com dados sobre os organismos marinhos e em alguns deles poderão ser acionados códigos de realidade aumentada, ao apontar o celular para essas cartelas. Essa tecnologia levará o visitante a mais informações em áudio, vídeo, textos e imagens complementares desse ecossistema”, explica Christinne.

Para produzir as imagens dessa mostra foram utilizados equipamento fotográfico simples e pouca profundidade. Está tudo logo ali, a menos de um quilômetro da costa paraibana, a menos de dois metros de profundidade. Para emergir essas imagens do oceano, porém, foi preciso ir fundo nos detalhes. Cada quadro exposto poderia agrupar dezenas, centenas e mesmo milhares de animais retratados. São peixes com menos de três centímetros, um caranguejo palhaço do tamanho de uma unha das mãos e zoantídeos que somam mínimos cinco milímetros – menores que a íris dos nossos olhos. Pequeninos seres que se agigantam pelo clique de Eloy, em um trabalho fotográfico que une arte, educação e ciência.

As imagens de Um mergulho nos recifes costeiros da Paraíba acendem o alerta da preservação. Recifes são ambientes perfeitos para abrigar e proteger milhares de espécies marinhas, além de servir como berçários para peixes, lagostas, polvos e outros animais. Eles estão diretamente conectados à vida dos seres humanos, por serem fonte de alimentos e medicamentos, contribuírem para a purificação da água, proteção da costa, entre outras características. Trata-se, sem dúvida, do ecossistema mais produtivo dos oceanos.

“A estrutura complexa dos recifes, construída em grande parte por corais e algas, demora muitos anos para crescer, mas os organismos que vivem nesses ambientes, hoje, estão em risco de desaparecer”, enfatiza Christinne. O fácil acesso do turismo desordenado e da pesca predatória – além do lixo, da poluição sonora e de resíduos industriais lançados no mar – apontam para a rápida destruição desses ecossistemas. Um universo de beleza ameaçado. Um retrato de vida que pode se perder.

Sobre Christinne Eloy – Pesquisadora dos ambientes marinhos costeiros da Paraíba há quase dez anos, Christinne Eloy é bióloga e professora do IFPB – Campus Cabedelo. A exposição lançada neste sábado é parte integrante de um Projeto acadêmico que conta ainda com a realização de oficinas e palestras sobre os recifes de coral paraibanos, através da parceria entre o IFPB-Cabedelo e a Secretaria de Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura do Município de Cabedelo (SEMAPA), a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o Aquário Paraíba e a Associação Náutica Extremo Oriental (ANEO).

Para Um mergulho nos recifes costeiros da Paraíba a fotógrafa optou por reunir imagens coletadas nos últimos três anos, em ambientes que vão das piscinas naturais do Bessa à Pitimbu. Parte dessas imagens integra sua pesquisa de doutorado; uma outra parte é resultado de mergulhos de contemplação. Todas revelam sua paixão pelo ecossistema marinho.

SERVIÇO:
Exposição fotográfica Um mergulho nos recifes costeiros da Paraíba
Data de abertura: 22/12/2018 (sábado)
Horário: Às 9h
Local: Hall do Aquário Paraíba – Praia do Seixas
Acesso gratuito à exposição

Comentários