Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Fetag e sindicatos afirmam que incitação ao ódio estimula atos como o assassinato dos integrantes do MST

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) do estado emitiram nota nesta segunda-feira (10) repudiando os assassinatos dos militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) paraibano, José Bernardo da Silva, conhecido como Orlando Bernardo, e Rodrigo Celestino, acontecido na noite do último sábado (8), no Acampamento Dom José Maria Pires, em Alhandra.

Discursos de incitação ao ódio e à violência contra as minorias, assassinatos impunes, e a enxurrada de retrocessos com a retirada de direitos arduamente conquistados pela população brasileira, vem servindo de estímulo para que atos como esse e outros mais aconteçam em nosso País.

Aproveitamos ainda para denunciar a tentativa de criminalização e repressão aos movimentos sociais e populares, através de ações covardes que têm como objetivos: amedrontar, desmobilizar e neutralizar as reivindicações da classe trabalhadora do Brasil.

Confira a nota na íntegra

NOTA DE REPÚDIO E SOLIDARIEDADE AOS NOSSOS COMPANHEIROS DO MST

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) do estado repudiam veementemente os assassinatos dos companheiros militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) paraibano, José Bernardo da Silva, conhecido como Orlando Bernardo, e Rodrigo Celestino, acontecido na noite do último sábado (8), no Acampamento Dom José Maria Pires, localizado no município de Alhandra (PB). Orlando era irmão do coordenador e integrante da coordenação nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens na Paraíba (MAB/PB), Osvaldo Bernardo.

O assassinato de Orlando e Celestino, a dois dias do aniversário dos 70 anos da Declaração dos Direitos Humanos (que transcorre oficialmente nesta segunda-feira, 10), por um grupo de homens encapuzados e fortemente armados, conferem o crescimento no país de um movimento contrário às liberdades de expressão, manifestação e luta por direitos fundamentais à pessoa humana.

Discursos de incitação ao ódio e à violência contra as minorias, assassinatos impunes, e a enxurrada de retrocessos com a retirada de direitos arduamente conquistados pela população brasileira, vem servindo de estímulo para que atos como esse e outros mais aconteçam em nosso País.

Aproveitamos ainda para denunciar a tentativa de criminalização e repressão aos movimentos sociais e populares, através de ações covardes que têm como objetivos: amedrontar, desmobilizar e neutralizar as reivindicações da classe trabalhadora do Brasil.

O Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) paraibano, por nós representado, se solidariza às famílias das vítimas desse brutal ato de violência e a todos os nossos companheiros que lutam por condições melhores de vida para homens e mulheres do Campo.

Continuaremos juntos e cobrando das autoridades responsáveis, respostas para esse crime covarde, e contra todo o retrocesso que hora enfrentamos nesse país, reafirmando nosso compromisso histórico pela construção de um Brasil com Reforma Agrária, Fortalecimento da Agricultura Familiar, Solidária e livre de todas as formas de violência.

Fetag-PB e STTRs    

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

joaobenedito (1)

TJ aprova criação de mais sete vagas de desembargador na PB

emersonpanta

TCE imputa débito de R$ 2 milhões a Emerson Panta por contratação de advogados

17113967826601d7aec1edd_1711396782_3x2_lg

Moraes diz que não há evidências de que Bolsonaro buscou asilo na Embaixada da Hungria

daniellabsb (2)

Daniella Ribeiro será relatora do PL que reformula o Perse para turismo e eventos

cejuuscararuna (1)

Núcleo de Solução de Conflitos do TJ inaugura Centro em Araruna nesta quinta-feira

amiditce (2)

Amidi e TCE discutem mecanismos de transparência na publicidade institucional

society (1)

João Pessoa sediará Torneio de Futebol Society dos Corretores de Imóveis

leobandeira

TCE-PB dá 30 dias para prefeito concluir creche em Lucena

jacksonemarcos (1)

Presidente do PT da PB explica presença na PH: “O evento era do PSB, não do PP”

UFPB-entrada-683x388

UFPB terá urnas em todos os centros de ensino nesta quinta; veja locais