Família procura oficial de Justiça desaparecido há dois meses em João Pessoa

O oficial de Justiça Antônio de Paula Magalhães Filho, conhecido como Tony, está desaparecido há dois meses e a família busca respostas. O Sindicato dos Oficiais de Justiça da Paraíba também se manifestou.

“Solicitamos a quem tiver informações sobre o seu paradeiro, que as passem através dos números (83) 98893-2293 e 99412-1001 (WhatsApp)”, pediu o diretor-presidente do sindicato, Benedito Fonsêca.

Tony é lotado na Comarca da Capital e sumiu do trabalho, da casa onde mora com a mãe e deixou o próprio carro, contas a pagar e toda a família sem notícias suas.

Ele havia dado um tempo no relacionamento com a esposa, com quem tem uma filha, e estava na casa da mãe há sete meses, antes de desaparecer. A irmã de Tony, Danielle Lacet Magalhães, conversou com o ParlamentoPB e revelou que o irmão passou a ter um quadro de tristeza depois do término no relacionamento. A família o internou e depois ele iniciou tratamento com medicamentos. “Mas parou logo depois”, contou a irmã.

“Quando ele saiu, como não tivemos notícias, pensamos que estivesse com a ex. Mas minha mãe não tinha contato dela. Quando chegaram as ligações e cobranças, principalmente do plano de saúde dele e da filha, informando que estava atrasado, vimos que era mais sério”, relatou Danielle Magalhães ao ParlamentoPB.

A família já o procurou em hospitais e outras instituições no estado e aguarda informações para acabar com a aflição que atinge a todos que tem carinho por Tony.

Em abril, outro caso de oficial de Justiça desaparecido foi registrado em João Pessoa. Eduardo Barbosa das Chagas foi encontrado com sinais de enforcamento na mata do bairro Cabo Branco. Ele enfrentava um quadro de depressão. Foi sepultado no dia 29 de abril, na Capital.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.