Fábio Carneiro se queixa de retaliação no Detran; superintendente nega

“A porta do gabinete onde eu trabalhava foi lacrada e colocaram seguranças para impedir que retirasse meus objetos pessoais e até uma caneta, lembrança deixada pelo meu pai antes de morrer, eu não pude resgatar”. A frase é do ex-diretor Administrativo do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), Fábio Carneiro. Ele se queixou de retaliação porqu aderiu à pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) na última sexta-feira, 15 de junho.

De acordo com Fábio, a Carta de demissão do cargo que ocupava há três anos e meio foi entregue à Superintendência do Detran às 10h. Ainda segundo ele, quatro horas depois o partido anunciou o rompimento com o Governo. O ex-gestor acrescentou que a “reprimenda” teria sido quase imediata:

“Pouco tempo depois recebi as fotos e a informação de que o gabinete onde eu trabalhava estava totalmente lacrado e com seguranças para impedir a minha entrada. Irei entrar com uma interpelação judicial nos próximos dias para saber o motivo da medida desesperada e denunciar um flagrante constrangimento ilegal a um servidor público”, anunciou.

Outro lado – Por causa das queixas de Fábio, a Superintendência do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba emitiu uma nota. Nela, manifesta a sua posição contrária às recentes declarações do ex-diretor administrativo Fabio Carneiro sobre a suposta recusa à sua entrada na repartição pública. “É importante frisar que não há nenhum documento protocolado na Superintendência a cerca do seu pedido de exoneração. Ao contrário, a decisão do ex-diretor foi anunciada em rádio, sem o devido cuidado cabível à qualquer agente público. Ademais, a medida adotada foi uma iniciativa da corregedoria do órgão para a devida preservação da documentação da diretoria administrativa. Sem mais, nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos”.

Fábio Carneiro se queixa de retaliação no Detran; superintendente nega

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.