Ex-contador da Prefeitura de Cabedelo denuncia “fatos estranhos” na gestão de Vitor Hugo

O ex-contador da Prefeitura de Cabedelo, Arthur José Albuquerque Gadêlha, divulgou uma carta aberta à população onde afirma que percebeu, “no mínimo”, “fatos ousados e um tanto estranhos” na gestão do prefeito Vitor Hugo. “Se irregulares ou não, cabe aos órgãos fiscalizadores julgar”, diz Arthur na carta.

Na carta ele acusa Vitor Hugo de faltar com a verdade quando afirma ter reduzido a folha de pagamento de pessoal em decorrência dos cortes e demissões sumárias por ele promovidas. “Essa assertiva do prefeito interino não condiz com a realidade dos fatos, haja visto que, segundo dados contábeis, demonstrados através do Sagres do TCE-PB, o montante gasto com pessoal nunca diminuiu, pelo contrário, aumentou”, garante o ex-contador.

Arthur decidiu escrever a carta após ter sido surpreendido, segundo ele conta, com mensagens via WhatsApp, diretamente do prefeito Vitor Hugo, o acusando e o intimidando a respeito de sua participação em uma reunião com a presidente da Câmara, vereadora Geusa Ribeiro.

Nas mensagens Victor Hugo acusa o ex-contador de ter dito que ele seria preso, que estaria por fazer “coisas erradas”.

Confira carta de Arthur, que foi contador na Prefeitura de Cabedelo desde a época do prefeito Sebastião Plácido de Almeida, passando pelos governos de José Régis, Edézio Rezende, Wellington Viana e do vereador Vitor Hugo.

Ex-contador da Prefeitura de Cabedelo denuncia “fatos estranhos” na gestão de Vitor Hugo

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.