Evento apresenta indicadores socioeconômicos e tendências de consumo na PB

Os principais indicadores econômicos e sociais e das micro e pequenas empresas do Estado foram reunidos na publicação “Paraíba: um mosaico de oportunidades”, que será lançada pelo Sebrae Paraíba na próxima segunda-feira, 31 de maio, no auditório do hotel Caiçara, às 19h, em João Pessoa. O evento é dirigido às representações empresariais, institucionais e entidades de classe, além da imprensa.
 
Antes do lançamento, o diretor da empresa IPC Marketing Editora, Marcos Pazzini, vai ministrar a palestra sobre “Tendências de mercado e de consumo na Paraíba”. A empresa IPC Marketing, presente há 33 anos no mercado brasileiro, divulga anualmente o índice de potencial de consumo do país, dos estados e dos municípios. Na palestra ele vai abordar para onde vai o consumo dos R$ 27, 8 bilhões do consumo dos paraibanos em 2010.   

Para o superintendente do Sebrae Paraíba, Júlio Rafael, a publicação é mais uma contribuição para a sistematização de dados e informações das diversas atividades econômicas do Estado para a construção de políticas públicas. "Os gestores públicos que não dispõem de dados de sua economia local ficam impossibilitados de não apenas construir políticas públicas com maior eficácia, mas de fazer um planejamento mais adequado à sua realidade, tendo como estratégia, inclusive, o fortalecimento dos pequenos negócios que estão presentes de forma informal ou formal nos 223 municípios do Estado”, declarou.
 
Júlio Rafael acrescentou ainda que a publicação, que será distribuída com todos os parceiros, instituições e órgãos da imprensa, foca também na transparência. “A boa governança começa com a transparência de informações das instituições para parceiros e sociedade. A publicação traz, por exemplo, o orçamento do Sebrae Paraíba detalhado em 2010”, informou.  A publicação, que foi dividida em duas partes, mostra a força e a representatividade dos negócios de micro e pequeno porte na economia do Estado, que gerou no ano passado mais de 95% dos 13,2 mil postos formais e participa com uma média de 88% do universo das empresas formalizadas nos últimos quatro anos, de acordo com dados da Junta Comercial do Estado.

A primeira parte da publicação retrata o Sebrae do ponto de vista de sua organização e estrutura, apresentando direcionamento estratégico e plano plurianual de atuação para o período 2010/2012, o orçamento previsto da entidade em 2010, além da descrição dos sete setores econômicos considerados prioritários pelo Sebrae pela capacidade de gerar emprego e renda, índice de faturamento e possibilidade de exportação.

Já a segunda parte traz indicadores socioeconômicos como o Produto Interno Bruto (PIB) e a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Estado e dos principais municípios paraibanos que compõem o território de atuação das nove agências do Sebrae Paraíba. Nesse capítulo da publicação, outros indicadores socioeconômicos são retratados como a geração de empregos nos últimos quatro anos pelo Caged (Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados), recolhimento de impostos das micro e pequenas empresas dentro do Simples Nacional, grau de formalização de empresas no período de 2006-2009 na Paraíba. A publicação inclui ainda a importância na legislação com a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, em dezembro de 2006, que traz uma série de vantagens no fortalecimento dos pequenos negócios.
 

 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.