Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

“Estamos juntos numa guerra, hoje, para salvar vidas e preparar o futuro da nossa cidade”, diz Luciano Cartaxo

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O prefeito Luciano Cartaxo fez um pronunciamento nas redes sociais, neste sábado (16), no qual voltou a defender o isolamento social e destacou que, neste momento mais difícil pelo qual o Brasil vem passando no combate à pandemia do Coronavírus, João Pessoa seguirá sendo guiada pelo conhecimento científico e experiências de quem enfrentou o vírus antes do Brasil. O gestor destacou que as próximas semanas serão determinantes no combate à Covid-19. “Estamos juntos numa guerra, hoje, para salvar vidas e preparar o futuro da nossa cidade. Vencer este desafio depende de todos nós”, disse.

De acordo com Luciano Cartaxo, sem pesquisas que apontem resultados conclusivos quanto a tratamento ou vacina, o combate à pandemia em outras regiões do mundo que já enfrentaram o pico da Covid-19 deixa recomendações claras para os demais países, entre eles o Brasil. “Duas fortes lições que, infelizmente, custaram muitas vidas”, disse. A primeira, segundo ele, é que não se pode minimizar a força e o impacto da doença. E, a segunda, é que é preciso investir em prevenção, com isolamento social, e em cuidados, com a criação de leitos e das equipes que reforçam a rede de saúde.

“Por isso, lutamos com o que temos: redução do contágio e ampliação da capacidade de atendimento. Nenhum país, estado ou cidade tinha condições reais de encarar um desafio assim. Por isso o esforço é gigantesco e diário. Mesmo assim, precisamos fazer ainda mais. Sei que milhares de pessoenses têm colaborado, os profissionais de saúde realizam um trabalho heroico e muitas vidas foram salvas por isso. Mas queremos ampliar esses resultados. A ameaça é real e, como previsto, está em crescimento. A marca de 1.500 casos em João Pessoa mostra isso e serve como alerta”, declarou Luciano Cartaxo.

Medidas

O prefeito reforçou que irá prorrogar os decretos que fortalecem o isolamento social em João Pessoa, fundamental para conter o avanço desenfreado do vírus e permitir a implantação de ainda mais leitos. Já são 212 implantados, apenas pelo poder público municipal, na cidade. “Estou renovando o decreto que mantém as restrições na cidade, buscando conter a propagação do vírus. Entregamos o novo Hospital Prontovida, que já começou a receber pacientes, e contamos com cada um e cada uma para revertermos juntos este cenário tão grave. É difícil, é duro, todos queremos poder retomar rotinas e atividades. Mas isso não pode ser precipitado. E acontecerá no tempo que só a nossa ação de hoje pode definir. Vamos fazer a nossa parte, pelas vidas dos pessoenses, das nossas famílias, amigos, colegas, da nossa cidade”, enfatizou.

 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

ghfdgh

Homem é morto a tiros na frente da filha de 3 anos em João Pessoa

Estacao_Cabo_Branco_Foto_KLeide_Teixeira_-30

Estação Cabo Branco abre vagas gratuitas para o Curso Livre de Teatro

noname

Nyedja Gennari faz encenação em defesa da PL 1904/24 durante audiência pública no Senado Federal

gabarito-enem-2022-3

Taxa de inscrição para o Enem 2024 deve ser paga até quarta

quais-os-salarios-e-beneficios-para-todos-os-cargos-da-policia-civil-da-paraiba-concursos-2022

Operação da Polícia Civil da Paraíba prende quadrilha especializada em extorsão

Priscila e Ramonilson (1)

Baronesa lança pré-candidatura em Patos e Ramonilson fala em ‘compromisso não honrado’

PSDB candidaturas femininas

PSDB amplia bases para eleições municipais e aposta em pré-candidaturas femininas na PB

Prisão, cadeado

Polícia Civil prende investigado por participar do assassinato do tio

Polícia Civil JP

Preso foragido do Rio que manteve família refém em JP durante assalto

Furto agências bancárias

Polícia Civil e PRF prendem investigados por furto de computadores de agências bancárias na Paraíba, PE e RN