Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Estadão destaca impasse entre Ricardo e Lígia

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

BRASÍLIA – Partidos que venceram juntos em 2014 na chapa para governador e vice devem ter candidatos rivais para esses cargos neste ano em pelo cinco Estados e no Distrito Federal. O caso mais recente de separação é o do Rio Grande do Norte, onde o vice, Fábio Dantas, rompeu no início de março com o governador Robinson Faria (PSD) e se lançou pré-candidato ao governo contra o atual chefe do Executivo, que tentará a reeleição.

“O governo perdeu o foco, tem uma rejeição bastante significativa, não fez a gestão que queria fazer e queria continuar com isso. Como entra num projeto político com uma inviabilidade dessas?”, justificou Dantas ao Estadão/Broadcast.

A decisão do vice foi criticada pelo grupo do governador. “O vice que rompe no ano eleitoral, após três anos e dois meses de gestão, não tem nenhuma legitimidade para falar em oposição ao governo. Por que não rompeu antes?”, disse o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN), filho do governador. “Sempre divergi dele desde o 1.º dia. Minhas entrevistas eram muito claras”, rebateu Dantas, que, para viabilizar a candidatura, até trocou de sigla: saiu do PCdoB e se filiou ao PSB.

No Distrito Federal, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) também tentará a reeleição sem apoio do vice, Renato Santana. O vice e seu partido, o PSD, romperam em novembro e negociam aliança com adversários do pessebista. Em Roraima, Paulo Quartiero (sem partido) não só rompeu no segundo ano de gestão com a governadora Suely Campos (PP) como renunciou ao cargo de vice em janeiro. Ele deve tentar uma vaga no Senado em palanque adversário ao de Suely.

No Pará e na Paraíba, ainda não houve rompimento oficial, mas os vices já anunciaram pré-candidaturas. Nos dois casos, os governadores não poderão se reeleger e apoiam outros nomes. Na Paraíba, o governador Ricardo Coutinho (PSB) quer como seu sucessor o atual secretário de Infraestrutura, João Azevedo (PSB). Preterida, a vice, Lígia Feliciano, foi lançada como pré-candidata ao governo pelo PDT para que faça palanque para o presidenciável da legenda, o ex-ministro Ciro Gomes.

No Pará, o governador Simão Jatene (PSDB) declarou apoio à candidatura ao governo do presidente da Assembleia Legislativa, Márcio Miranda (DEM). Rejeitado, o vice-governador, Zequinha Marinhi (PSC), que deve assumir o comando do Estado em 7 de abril, quer se reeleger.

Em São Paulo, o vice-governador, Márcio França (PSB) assumirá o comando do Estado em abril, em razão da renúncia do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para disputar o Palácio do Planalto. França vai disputar o governo contra o candidato tucano João Doria, mas a situação pode dar a Alckmin dois palanques em seu Estado em sua campanha ao Planalto.

Na Bahia, Minas, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia e Santa Catarina, governadores e vices podem acabar disputando em chapas separadas, seja por pressão da direção nacional do partido, seja por divergências políticas.

Mesma chapa. Nos demais Estados, governadores e vices devem disputar as eleições nas mesmas chapas. No Maranhão, o vice-governador, Carlos Brandão, deixou o PSDB, legenda pela qual foi eleito em 2014, e se filiou ao PRB para continuar apoiando o governador Flávio Dino (PCdoB), que tentará reeleição. Brandão se desfiliou do PSDB após o partido romper com Dino.

Estadão

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

joaobelga

Paraíba terá Centro de Distribuição e fábrica de esquadrias de PVC de empresa da Bélgica

Artêmio Picanço, advogado

Advogado considera “surreal” decisão da Justiça da Argentina pela prisão domiciliar de Antônio Neto; veja

Igreja Matriz de Monteiro

Polícia procura mulher suspeita de furtar dinheiro de ofertas da Igreja Matriz, de Monteiro

PF Operação Rescue

Operação da PF prende homem por armazenar imagens de abuso sexual de crianças

Concurso, freepik 1

MP recomenda retificação de edital do concurso para Guarda Civil de Santa Rita

PF operação Pombo, Objetos encontrados em casa de funcionários dos correios

PF investiga desvio de encomendas dos Correios e apreende objetos em casa de servidor

João Pessoa linda demais, secom pb

João Pessoa é destaque entre os Top 10 Destinos de Viagem para o mês de julho

Fábio Andrade, procurador-geral do Estado

Estado aprova lista de acordos diretos de precatórios com 593 propostas e R$ 78 milhões

Sérgio Moro 22

Por unanimidade, TSE rejeita cassação do mandato de Sergio Moro

Perilo Lucena, juiz

Ação alerta contra abuso e exploração sexual infantil nos festejos juninos de CG