Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Entidades afro protocolam repúdio à intolerância religiosa nas eleições da PB

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Diversas entidades que atuam na luta contra o racismo, a intolerância religiosa e preconceitos correlatos, protocolarão amanhã um documento público no Ministério Público Estadual e Tribunal Regional Eleitoral, na Procuradoria Geral Eleitoral, exigindo que sejam deferidas as devidas reparações político-jurídicas pelas agressões veiculadas nos diversos espaços midiáticos e comunitários da sociedade paraibana. Solicitando, ainda, o deferimento do direito de resposta na propaganda eleitoral gratuita, no horário destinado a ambos os candidatos.

Nos últimos dias, durante a campanha do 2º turno das eleições para governador da Paraíba, tem circulado material (impresso, e-mails e vídeos na internet), desqualificando e desrespeitando as religiões de matriz africana, com a divulgação de imagens associando-as ao culto de “entidades demoníacas”, acrescenta-se o fato de que estas mensagens associam pessoas negras como praticantes do satanismo.

"A divulgação desse tipo de informação distorce a importância histórica e cultural das religiosidades negras, dos Babalorixás e Ialorixás que são guardiões e guardiãs da memória de povos arrancados do continente africano, que foram escravizados no Brasil. Bem como tenta impor uma visão de que a religião dos orixás é falsa, satânica e com prática restrita a população negra. Difundindo, portanto, uma postura intolerante, discriminatória e racista. Faz-se necessário garantir o direito da população paraibana a uma informação desestigmatizante e antirracista acerca das vivências religiosas, culturais e históricas da população afro-brasileira", diz o texto.
 
Assinam o documento: Articulação da Juventude Negra – Paraíba, Bamidelê – Organização de Mulheres Negras na Paraíba, FICAB – Federação Independente de Cultos Afrobrasileiros do Estado da Paraíba, Instituto de Referência Étnica – IRE, Movimento Negro Organizado da Paraíba/MNO-PB, Núcleo de Estudantes Negras e Negros da UFPB/NENN, Rede de Mulheres de Terreiros, INTECAB – Instituto Nacional de Tradição e Cultura Afro-Brasileira, Casa de Cultura Ilê Axé Omi Dewá, CRDH – Centro de Referência dos Direitos Humanos e Ilê Tatá do Axé.
 
O documento será entregue, por representantes das entidades nos seguintes locais e horários:
 
Às 08h30 no Ministério Público Estadual, onde também será pautada uma reunião com o procurador. Local: Rua Rodrigues Chaves, 165, Centro, João Pessoa – PB (vizinho ao Hotel JR)

Às 10h30 no Tribunal Regional do Eleitoral. Local: Avenida Princesa Isabel, 201 – Centro – João Pessoa / PB.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

Dinheiro muito

Prazo para 16 ganhadores do Nota Cidadã resgatarem R$ 40 mil em prêmios termina dia 20

João Almeida, foto divulgação

Ex-vereador João Almeida está internado após cirurgia cardíaca

Programa Justiça 4.0

Programa Justiça 4.0 abre 35 vagas de trabalho

INSS na Paraíba

Servidores do INSS na Paraíba entram em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira

Celso Batista e Luciano Cartaxo

PSOL decide hoje se mantém pré-candidatura de Celso Batista ou apoia Luciano Cartaxo

Cia Soltos no Espaço 1 (1)

Cia. Soltos no Espaço apresenta espetáculo “Nós do Avesso” em João Pessoa, Campina e Cabedelo

policia-civil-padrao-2

Investigado por assassinato em Santa Rita é preso em Goiás

Motociclista acidente roda

Motociclista morre e outra pessoa fica ferida em acidente na BR-104

Matinhas PB 1

Caminhos do Frio chega a Matinhas hoje com diversas atrações

Maria Vitória foi morta pelo então namorado

Adolescente é assassinada em Monteiro; namorado de 56 anos é suspeito