Em dia de protesto pela educação, professores circulam UFPB com faixa preta

Professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), campus I, circularam na manhã desta terça-feira (13) o exterior da instituição com uma faixa preta para simbolizar o luto da comunidade universitária e o repúdio aos cortes no orçamento, ao programa Future-se e à reforma da Previdência.

O ato, realizado pela comissão de mobilização da AdufPB, sindicato dos docentes da UFPB, faz parte das mobilizações marcadas para esta terça-feira, Dia Nacional de Greve, que será marcado por atos de protesto em diversas cidades do país.

Em João Pessoa, a manifestação será em frente ao Lyceu Paraibano, no Centro, a partir das 14h. Haverá três carros de som, nos quais as lideranças dos movimentos sociais e sindicais farão discurso convocando a população para o grande ato. Estão programados também apresentações culturais com a participação de artistas locais. Do Lyceu Paraibano, os manifestantes vão seguir em passeata pelo Centro da capital até o Ponto de Cem Réis.

Os professores da UFPB, reunidos em assembleia geral na manhã de ontem (12), aprovaram por unanimidade a adesão da categoria ao Dia Nacional de Greve da Educação e em Defesa das Aposentadorias. Também foi aprovada a paralisação das atividades durante todo o dia em toda a UFPB.

Além dos docentes de João Pessoa, os professores dos campi de interior também aprovaram por unanimidade a adesão ao movimento com paralisação das aulas.

Em João Pessoa, o Dia Nacional de Greve da Educação e em Defesa das Aposentadorias está sendo organizado pelas seguintes entidades: Adufpb, Sintespb, Sintefpb, Sintep-PB, Sintem, DCE UFPB, UNE, UBES, ANPG, CUT, CTB, FBP, MST, CPT e MTD.

Em dia de protesto pela educação, professores circulam UFPB com faixa preta

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.