Eike Batista é preso pela Polícia Federal em nova fase da Lava-Jato

O empresário Eike Batista foi preso na manhã desta quinta-feira, (8/8), pela Polícia Federal no Rio de Janeiro. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas a pedido do Ministério Público Federal (MPF). A prisão é cumprida dentro de mais uma fase da Operação Lava-Jato.

Eike Batista foi detido em casa, no Horto, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Também é alvo de uma ordem de prisão Luiz Arthur Andrade Correia, o Zartha, contador de Eike. Mas ele estaria no exterior e ainda não foi encontrado.

Eike Batista chegou a ser considerado o homem mais rico do mundo. Em março de 2012, sua fortuna era estimada em US$ 34 bilhões, segundo dados do Índice de Bilionários da Bloomberg. Eike deixou o clube dos bilionários em 2013 e chegou a amargar o título de primeiro bilionário negativo do mundo, ao adquirir uma dívida de mais de US$ 1 bilhão.

Eike foi preso em janeiro de 2017 acusado de corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Quatro meses depois, o ministro do STF Gilmar Mendes o colocou em liberdade. Em julho passado, Eike foi condenado a 30 anos de prisão, no entanto, continuava em liberdade.

 

 

Correio Braziliense

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.