Efraim Morais vai à Justiça contra “infiéis”

O presidente do Democratas no Estado da Paraíba, Efraim Morais, ex-senador e atual secretário de Infraestrutura do Estado, esteve em Sousa e disse que o DEM irá recorrer à Justiça para reaver os mandatos dos políticos que trilharem pelo caminho da infidelidade partidária e anunciarem ingresso no PSD (Partido Social Democrático), criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Efraim disse que a executiva nacional já decidiu que ações judiciais serão manejadas para punir possíveis infiéis.

O ex-senador afirmou que os políticos com mandato que estão pleiteando ingressar no novo partido correrão o risco de não disputar as eleições para prefeito e vereador no próximo ano.

“Será que se deve arriscar ir para este partido e não poder ser candidato a prefeito ou a vereador nas eleições do próximo ano?”, questionou o ex-senador. “Toda essa interrogação é um tiro no escuro”.

Morais lembrou que a legislação nacional acabou criando uma brecha para beneficiar a infidelidade partidária.

“A legislação deixou uma brecha para criar infiéis, já que a infidelidade só tem essa chance que é mudar para uma nova legenda, que ao meu entender é uma grande interrogação para quem estar indo. Será que vai dar tempo de registrar  esse partido para disputar as eleições do próximo ano”. 

 

Jornal da Paraíba

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.