Efraim Filho defende Rosalba Ciarlini: “Foi perseguição”

O deputado federal Efraim Filho (DEM) defendeu hoje a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) do Rio Grande do Norte, cassada na semana passada e mantida no cargo por liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio. Em entrevista ao Tambaú Debate, da Nova Tambaú FM, Efraim afirmou que Rosalba foi vítima de uma perseguição motivada por interesses políticos:
 
"Há um embate político muito forte e que contaminou o poder judiciário. Há um sentimento de perseguição política em curso e a governadora do Rio Grande do Norte foi cassada por causa de um poço. Se os critérios que levaram à cassação dela valessem no Brasil todo, nem Dilma ficaria no cargo", disse o deputado paraibano.
 
Ele também foi indagado a respeito da possibilidade de rompimento entre o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB) e declarou haver 50% de chances da aliança ser mantida:
 
"Há um diálogo acontecendo e acredito que a chance dessa aliança ser mantida é de 50%. Há uma debate interno no PSDB e duas tendências: uma que pretende conservar a composição e outra que prega o rompimento", disse o deputado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.