Efraim contabiliza 100 apoios e admite não votar em Bolsonaro em 2022; veja

Com o bloco na rua rumo à disputa do Senado Federal, o deputado federal Efraim Filho (Democratas) revelou hoje que já contabiliza 100 apoios de prefeitos paraibanos ao seu projeto político. Em entrevista à jornalista Cláudia Carvalho, no quadro Muito Mais Política, do programa Muito Mais da TV Manaira, ele comentou a declaração do governador João Azevêdo (Cidadania) que considera muito difícil ter como companheiro de chapa um candidato ao Senado que defenda Bolsonaro, em quem o governador não vota de jeito nenhum.

“Fui deputado federal nas gestões de Lula, Dilma, Temer e agora de Bolsonaro. Em todas elas, eu sempre defendi a Paraíba e isso é o mais importante. A definição de chapas e candidaturas ficará para 2022. O meu partido tem nomes postos para serem testados como o do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta ou do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Essas decisões ficarão para o ano que vem. Meu cartão de visitas é meu trabalho e tenho sido bem recebido onde chego”.

Ao fazer uma avaliação da gestão de Jair Bolsonaro em relação à Paraíba, Efraim resumiu que “ele tem tido erros e acertos como qualquer um”. O parlamentar destacou que foram obtidos recursos importantes como a triplicação da BR-230 e a previsão da conclusão da transposição do Rio São Francisco no Eixo Norte, além do Aeroporto de Patos: “O próprio governador João Azevêdo tem dito que independente das diferenças políticas que vão sempre existir, a relação institucional ela é essencial para o crescimento do Estado que precisa receber recursos para resgatar uma dívida histórica em relação à Paraíba”.

Confira a entrevista que começa tratando da  reforma administrativa que teve uma comissão especial instalada na tarde desta quarta-feira, 9.

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.