Dinaldinho anuncia às 15h de hoje seu futuro político; renúncia é esperada

O prefeito afastado de Patos, Dinaldo Wanderley Filho (Dinaldinho), anuncia na tarde desta quarta-feira (1º) seu futuro político. A renúncia de Dinaldinho é esperada.

Nas redes sociais, ontem, o ex-gestor postou uma mensagem na qual diz que às 15h de hoje vai comunicar a todos uma decisão política, de caráter pessoal. Desde então, aumentaram as especulações sobre a possibilidade dele renunciar ao mandato do qual está afastado. Atualmente, o prefeito de Patos é o médico Ivanes Lacerda.

Operação Cidade Luz

Dinaldinho foi afastado do cargo após ser acusado de fatos delituosos contra a administração pública e de ser o principal denunciado na Operação Cidade Luz.

As investigações identificaram que, no período anterior às eleições de 2016, enquanto ainda era candidato, Dinaldinho organizou um esquema criminoso para recebimento de vantagens ilícitas pagas pela Enertec e Real Energy Ltda. Em tese, a finalidade dessa propina era garantir o contrato de iluminação pública da Prefeitura de Patos. Ainda conforme a denúncia, em um período de 10 meses, este esquema criminoso desviou R$ 192.270,55 de verbas públicas ao núcleo político da organização criminosa, referente ao pagamento de propinas, e gerou exorbitantes lucros às empresas.

Prefeitura marcada por renúncias

Após o afastamento de Dinaldo Wanderley Filho, o então vice-prefeito de Patos, Bonifácio Rocha, assumiu a gestão. Ele foi empossado no cargo no dia 15 de agosto de 2018.

Entretanto, no dia 4 de abril de 2019, sob pressão, Bonifácio renunciou ao cargo. “Dei o melhor de mim a cada dia, como se fosse o último da nossa gestão. Nossa gestão buscou reconhecer direitos ao tempo em que realizou economias em diversas frentes. Infelizmente, deparei-me com uma realidade doente culturalmente em se tratando da briga pelo poder. Onde já não havia reciprocidade de todas as forças que poderiam atuar para o bem da cidade”, disse ele em uma carta-renúncia.

Com a renúncia de Bonifácio, o então presidente da Câmara Municipal de Patos, vereador Sales Junior, assumiu, também interinamente, no dia 5 de abril de 2019, a Prefeitura da cidade.

Sales Junior ficou no comando da cidade até o dia 20 de agosto, quando também renunciou ao posto de prefeito.

O prefeito estava insatisfeito com a oposição dos vereadores de Patos. Um exemplo seria que desde o dia 17 de julho, o prefeito interino tinha enviado o pedido de remanejamento de dotação orçamentária ao legislativo municipal e a matéria até a data de sua renúncia não havia sido votada pelos vereadores.

Com a renúncia, o secretário de Finanças Jonas Guedes, assumiu interinamente a prefeitura até que a Câmara Municipal de Patos realizasse a eleição para escolher o novo prefeito.

O atual prefeito Ivanes Lacerda foi eleito pela câmara no dia 23 de agosto de 2019, dia de seu aniversário, quando passou a responder pela Prefeitura de Patos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.