Dia do Eletricista: conheça rotina de quem trabalha para oferecer energia de qualidade

Desde quando a eletricidade foi descoberta, ela passou a ser indispensável no cotidiano: está presente nas lâmpadas até no uso dos aparelhos eletrônicos. Atualmente, é quase impossível viver sem ela, e o eletricista tem uma função essencial para que tenhamos acesso à energia de forma segura e eficiente.

“O dia 17 de outubro é celebrado o Dia do Eletricista, uma data muito importante para gente. Tudo porque, faça chuva ou faça sol, são eles que contribuem para que a energia chegue com qualidade todos os dias na sua casa”, destaca a coordenadora de Campo de Operação da Energisa Paraíba, Nathália Vilhena.

O trabalho de um eletricista envolve a instalação, testes e manutenção de sistemas elétricos para que possam ter um desempenho totalmente seguro e eficiente. Para isso, podem se especializar em mecânica, eletrotécnica, manutenção e outras áreas. Suas tarefas são executadas em parceria com engenheiros e técnicos.

Para sua formação, os eletricistas precisam fazer cursos técnicos que os preparam para a instalação de fiações simples e sistemas de computadores e telefonia. Também são preparados para utilizar os materiais de fiação mais adequados a cada equipamento e para ler e interpretar projetos, além de dar retoques finais nos quesitos de iluminação e instalação dos projetos.

Quem quer atuar como eletricista precisa conhecer as normas de segurança para garantir tanto um trabalho sem perigos quanto tranquilidade para os contratantes após a conclusão da obra. Isso porque sua função é de alto risco de acidentes tanto pela rede elétrica quanto por quedas. Por isso, é sempre necessário utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs) para evitar acidentes mais graves, especialmente quando se trata da instalação e monitoramento de circuitos elétricos tanto na construção civil quanto em indústrias.

O mercado de trabalho sempre oferece oportunidades de emprego na área, já que sempre há projetos de construção em curso, além da necessidade de manutenção das instalações, especialmente em empresas, que contam com uma grande quantidade de energia elétrica para manter o funcionamento de suas operações.

CURSOS DE FORMAÇÃO

Periodicamente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em parceria com a Energisa, oferece curso voltado exclusivamente para a formação de eletricista de distribuição. Com duração que varia de 2 a 3 meses, a iniciativa prepara os alunos para trabalhar na construção e manutenção do funcionamento adequado e seguro das redes de distribuição de energia elétrica de média e baixa tensão, além de capacitação para realização de serviços técnicos comerciais seguindo normas específicas, técnicas, de segurança, qualidade e meio ambiente.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.