Desaparece equipamento do Abatedouro de Caprinos e Ovinos do Cariri

Já foram gastos recursos superiores a R$ 1,5 milhão na construção do Abatedouro de Caprinos e Ovinos do Cariri, localizado na cidade de Monteiro. A obra vem se arrastando por vários anos. Sem estar concluído, o abatedouro ainda não foi colocado em funcionamento e nem sequer foi definida a sua gestão.
 
Para complicar ainda mais a situação, começaram a ser retirados equipamentos já montados, o que pode desencadear um processo de sucateamento. Na manhã de ontem, a superintendente do CENDOV – Centro Integrado de Desenvolvimento da Ovinocaprinocultura, Clemilda Inácio, dirigiu-se à Delegacia de Polícia, para registrar em Boletim de Ocorrência o desaparecimento de uma caldeira industrial montada no Abatedouro.
 
“Fomos informados pelo vigilante que trabalha na Fazenda da Embrapa que teriam furtado uma caldeira industrial do Abatedouro. O vigilante disse que o equipamento não passou pela portaria da fazenda. Por isso, preocupados com a preservação do patrimônio público, comunicamos o fato à polícia e à prefeita Edna Henrique. Agora levaram a caldeira, se não tomarem providências continuarão levando outras peças, inviabilizando a conclusão e o funcionamento”, disse a dirigente do Cendov.
 
Ao tomar conhecimento da denúncia, a prefeita Edna Henrique enviou ofício à Delegacia do MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, à SEDAP – Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca e ao Fórum do Território do Cariri, comunicando o fato e solicitando orientação sobre os procedimentos a serem adotados.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.