Deputado Popó chama Suplicy para luta de boxe, e senador topa

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP), 69, topou um desafio do ex-boxeador e deputado eleito Acelino Popó Freitas (PRB-BA), 35.

O quebra-pau no Congresso, ao menos desta vez, é para ser levado na esportiva.

Ontem de manhã, em recepção aos novos parlamentares, Popó brincou que chamaria dois "metidos a lutador de boxe", Suplicy e o senador Magno Malta (PR-ES), com quem tem afinidades evangélicas, para um duelo no ringue.

Popó ganhou uma vaga na Câmara com a saída do deputado Mário Negromonte (PP-BA), que virou ministro das Cidades.

Sua primeira batalha em Brasília já está marcada: um "amistoso" de boxe com Suplicy, nesta quinta-feira (3).

O próprio Suplicy, ex-pugilista na juventude, passou as coordenadas hoje, via Twitter: "Às 8h, na academia de ginástica do Senado". 

A academia, no entanto, passa por reformas. A assessoria de imprensa do senador avisou que eles procuram novo lugar para a peleja.

"LEVAVA JEITO"

Em 2004, Suplicy publicou artigo na Folha sobre sua relação com o boxe.

Entre 8 e 12 anos, o jovem Eduardo treinou com Higino Zumbano, tio do icônico Eder Jofre, e tornou-se campeão da categoria leve.

O treinamento se estendeu à adolescência. "Levava jeito", afirmou Suplicy.

"Fez-me bem para o resto da vida. Pulava corda. Fazia ginástica tipo sueca, saía para correr no parque, fazia rounds com sacos de areia, "punching-ball", sombra e finalmente luvas, ou seja, o treinamento com os adversários."

SENADOR-CANTOR

Se concretizada, a luta com Popó entrará no rol de excentricidades do senador.

Em 2009, Suplicy desfilou pelo Senado com sunga vermelha por cima do terno. O caso fez a corregedoria da Casa abrir uma investigação, que acabou arquivada.

Em agosto de 2009, Suplicy comparou o Senado a um “jogo de futebol” e levantou cartão vermelho em protesto ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

No plenário, ele vira e mexe mostra seus dotes de cantor. O repertório é variado: Cat Stevens, Racionais MCs, Bob Dylan e Geraldo Vandré.

Blog Presidente 40

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.