Deputado diz que reajuste não sai; líder vê dor de cotovelo

O deputado estadual Trocolli Júnior (PMDB) fez uma participação por telefone hoje à noite no programa Hora da Notícia, da Rádio Arapuan, para externar seu descrédito em relação à efetiva implantação do reajuste salarial de  6,78% e 13,75% anunciado ontem pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) aos servidores estaduais. "Tenho uma convicção de que o que foi narrado no anúncio não sairá nos contracheques. Peço cautela às lideranças sindicais e aos funcionários. Nós da bancada de oposição vamos continuar vigilantes quanto aos passos do governador especialmente no que diz respeito à desatenção com o funcionalismo público. Quando sairem os contracheques, até a próxima semana, vou falar de novo sobre o assunto e dizer se eu tinha razão ou não".
 
Minutos depois, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, Hervázio Bezerra (PSB) telefonou para rebater a descrença do colega: "Não julgo salutar quando se faz oposição por oposição. Trocolli Júnior sabe que o governador deu o que o governo pode dar. A defasagem aconteceu ao longo dos anos e não quero falar de governadores anteriores porque se eles não ofereceram reajuste é porque não puderam, mas, é preciso dizer que a repercussão sobre o aumento é muito positiva graças ao crédito que o governador conseguiu ao pagar no mês trabalhado e ao criar uma database. As categorias reconhecem o esforço do governo. Nunca se pagou além do salário mínimo aos cargos como garis, assistentes administrativos… o que existe é uma dor de cotovelo da oposição porque ela apostava que o governador não daria o percentual que conseguiu oferecer".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.