Corpo encontrado em Gramame é de estudante da UFPB que desapareceu no dia 6

Foi identificado hoje o corpo do estudante Clayton Tomaz de Sousa, também conhecido como Alph, que estava desaparecido desde o último dia 6 de fevereiro. Ele era natural de Arcoverde, Pernambuco, mas era aluno de Filosofia da UFPB e morava no Castelo Branco, em João Pessoa. O cadáver tinha perfurações de tiros e foi encontrado uma semana atrás em uma mata às margens de uma estrada em Gramame, já em decomposição.

Clayton era lutador de jiu-jitsu e também foi integrante do Conselho Universitário da UFPB (Consuni).

Os pais do estudante estiveram no Instituto de Medicina Legal (IML) para fazer o reconhecimento do corpo do estudante nesta segunda-feira, 17.

Diligências estão sendo feitas pela equipe do delegado Paulo Josafá para elucidar o crime.

11 comentários

  • Maria
    13:27

    Luz e paz para o espírito desse jovem. E que o mundo possa absorver amor e paz. Essa violência tem q ser sanada . Deus conforte o coração dos seus familiares.

  • Edileuza
    13:27

    É hoje em dia você não pode reivindicar seus direitos,com certeza ele não aceitava desmandos porque era um jovem sonhador pelo certo.

  • Everton
    13:27

    Meus sentimentos a família. Meu colega de Treino e um bom rapaz. Que Deus conforte seus amigos e familiares nesse momento difícil.

  • Josué
    13:27

    Há tempos Alph denunciava desmandos da segurança privada da UFPB. Foi ameaçado de morte por essa guarda do campus. Isso precisa ser investigado.

  • Bruno Schuler
    13:27

    Tem que encontrar o assassino

  • Marinalda Pereira de Lima
    13:27

    Tem que ter justiça ñ pode ficar assim.

  • Pedro
    13:27

    Rapaz jovem. Muito simpático e gente boa. Espero que descubram os culpados é a justiça seja feita. Meus pêsames à família.

  • Maria das Dores Santos
    13:27

    Que a justiça seja feita,que não fique impune.meus Deus que tanta violência onde vamos parar 😱

  • Sidney Gouveia Gomes
    13:27

    É muito triste. Nos que temos nossos filhos estudando longe dos nossos olhos vivemos apreensivos oi tempo todo. Que os espíritos de luz estejam ao lado dessa família.

  • Travis Kelce
    13:27

    Tem de haver investigação! Não pode ficar impune!

  • Campos
    13:27

    Ele era estudante de Filosofia

Comentários