‘Coração Cachorro’: James Blunt terá 20% de autoria da música após acordo

Os seis compositores da música “Coração Cachorro”, um dos hits do ano nas vozes dos cantores Ávine e Matheus Fernandes, aceitaram ceder 20% da autoria da canção para James ​Blunt, 47. Segundo a Universal Music Publishing Brasil, o acordo com o cantor britânico foi feito de forma amigável.

“A obra foi composta por seis autores, dos quais, controlamos quatro (66,67%) através da editora Medalha.

Os outros dois autores (33,33%) pertencem a editora A3. Os mesmos aceitaram ceder 20% devido a citação da obra do James Blunt (Sony Publishing). Sendo assim, a Universal Music Publishing passou a representar 53,33%, a A3, 26.67%, e a Sony, 20%. Tudo de forma amigável”, diz a empresa em nota.

O forró usa em um trecho a melodia da canção “Same Mistake”, lançada por Blunt em 2007. No final de outubro, o artista publicou um vídeo no TikTok cantando a sua música, quando é interrompido no refrão pelos brasileiros. Ele, então, elogia o sucesso do forró e faz até uma dancinha ao som do refrão “late coração”.

Na legenda do vídeo, o cantor parabenizou a dupla pelo hit e escreveu que iria cobrar pelos direitos autorais. “Parabéns pelo nº 1, pessoal! Vou mandar os meus dados bancários em breve.” ​

O que parecia brincadeira, porém, era verdade. Blunt de fato reivindicou parte da autoria de “Coração Cachorro”, o que foi acordado agora, de forma extrajudicial.

O britânico entra como autor da música ao lado dos compositores brasileiros Daniel dos Versos, Fellipe Panda, PG do Carmo, Riquinho da Rima, Breno Lucena e Felipe Love.

Embora o início do forró não tenha nada a ver com “Same Mistake”, o refrão usa a melodia da canção de Blunt, transformando o “uuuu” entoado pelo cantor no latido do “coração cachorro”.

“Same Mistake” também fez sucesso no Brasil e foi trilha sonora da novela “Duas Caras”, da Globo (2007-2008).

 

 

Com Folha de S. Paulo

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.