Construção do ramal de gás da Cimpor manterá tráfego livre

A PBGÁS iniciou a obra para construção do ramal que atenderá a Fábrica de Cimento CIMPOR nesta quinta-feira, 7 de julho. O ramal terá uma extensão de 4 km de gasoduto, um prazo de execução de dois meses e a Companhia investirá, aproximadamente, R$ 2,6 milhões.

O trecho das intervenções vai do início da Via Oeste, sentido BR 230 –  Ilha do Bispo até a entrada da Fábrica CIMPOR e segundo João Abílio, Gerente Regional da Tecmaster, empresa vencedora da licitação para os trabalhos, não será necessário interditar o trânsito em nenhuma das faixas da rodovia, de forma que não haverá transtorno para os motoristas que transitam naquela área “Além de não haver intervenção de faixa, a PBGÁS exige em seu Edital que a obra seja executada com o método não destrutivo, por isso temos que usar máquinas modernas de furo direcional e assim serão os trabalhos” acrescentou o Gerente João Abílio.

O Diretor Presidente, Zenóbio Toscano acompanhado do Diretor Técnico Comercial, Germano Sampaio e do Gerente de Engenharia Ítalo Renaud visitaram a obra e destacaram a sua importância para a PBGÁS e para as comunidades que estão nos arredores da Fábrica, visto que, a queima do Gás Natural é a mais limpa entre todos os combustíveis fósseis, melhora a qualidade do ar e reduz os impactos ambientais.

O contrato de fornecimento para o Grupo CIMPOR do Brasil foi assinado no final do mês de junho e o consumo da cimenteira é estimado em noventa mil metros cúbicos/dia, podendo chegar a 110.000 m³/dia, conforme necessidade da indústria. 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.