Concurso do Senado tem quase 158 mil candidatos

O concurso público que vai selecionar 246 novos servidores para o Senado terá na disputa 157.939 candidatos. Os números foram divulgados nesta quinta-feira pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), que organiza o exame.

As provas serão aplicadas no dia 11 de março. Os aprovados serão contratados para 104 vagas de nível médio, com salário de R$ 13.833,64; 133 vagas de analista legislativo, com salário de R$ 18.440,64; e nove vagas de consultor legislativo, com o salário mais elevado, de R$ 23.826,57.

A vaga de consultor é disputada por 8.607 (956 por vaga). Concorrem a um cargo de analista 63.194 (475 por vaga). Outros 23.435 (937 por vaga) disputam um posto na Polícia Legislativa e 62.703 (793 por vaga) tentam uma colocação de técnico legislativo.

Contratada sem licitação, a FGV arrecadou com as inscrições cerca de R$29,2 milhões. O valor das inscrições variava de acordo com o posto pretendido, de R$ 180 para nível médio e de R$ 190 e R$ 200 para cargos de nível superior.

O Senado justificou a falta de licitação pela necessidade de "reposição imediata" de parte das 650 aposentadorias ocorridas desde 2008.

A Casa conta atualmente com 6274 servidores, sendo 3113 comissionados (indicações políticas) e 3161 efetivos.

Folha Online

 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.