Concurso da Prefeitura de Patos está mantido após orientação do MPE

Em uma reunião realizada na manhã desta terça-feira, 11 de setembro, na sede do Ministério Público Estadual de Patos, ficou definida a manutenção do concurso público da Prefeitura. Estiveram presentes na reunião o prefeito Bonifácio Rocha, o procurador Jonas Guedes, o assessor jurídico Francisco de Assis Remigio II, o presidente da comissão do concurso, Robson Soares e o promotor de Justiça, Alberto Cartaxo.

O promotor do MPE, Alberto Cartaxo, disse que vai emitir uma recomendação para que o concurso seja mantido e acredita que o certame vai acontecer sem outros problemas.

“A reunião foi extremamente frutífera a situação foi apreciada pelas duas partes, tanto pela Prefeitura como pelo Ministério Público. O município de Patos ainda está com excesso da lei de responsabilidade fiscal, o que gera a necessidade de medidas urgentes, mas como o prefeito vai ter um prazo de três ou quatro meses para tomar as medidas necessárias eu acredito que essa suspense não seja necessária”, enfatizou o promotor.

O prefeito interino Bonifácio Rocha havia recebido uma orientação do TCE para que adiasse o concurso até que o município atingisse o limite prudencial, pois se encontra fora da lei de responsabilidade fiscal, mas após a orientação da promotoria de justiça dizendo que não há problemas de impedimentos, ficou definido que o concurso será mantido e que todos os trâmites seguirão normalmente como previsto em cronograma.

“Recebi a orientação de que está tudo certo com o concurso público e que ele pode acontecer normalmente sem ocasionar problemas futuros para a prefeitura. Então está mantido o concurso e agora vamos apenas esperar pelo despacho do promotor. Esta situação foi resolvida por meio do bom senso do Ministério Público e eu fico mais tranquilo porque eu não dou um passo além da legalidade”, destacou o prefeito interino de Patos, Bonifácio Rocha.

O presidente da comissão do concurso, Robson Soares, por sua vez, tranquilizou os mais de 15.000 inscritos e disse que os candidatos vão poder manter o seu planejamento normal já que certame segue com seu cronograma normal.

“Houve algumas ressalvas, mas nada que impeça a execução do concurso nas etapas que está previsto no cronograma. A gente comunica a todos os candidatos que continue estudando pois os prazos continuam os mesmos e não há nada alterado”, disse Robson Soares.

O concurso já teve seu período de inscrições encerrado no dia 2 de Setembro e as provas objetivas estão previstas para acontecer em 21 de Outubro, em locais a serem divulgados pela comissão organizadora.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.