Comando da PM diz que caso do policial que deu tapa em manifestante está sendo analisado

O Comando do 2º Batalhão da Polícia Militar disse no início da tarde desta sexta-feira (14) que o caso envolvendo um policial que deu um tapa no rosto de um manifestante em Campina Grande, durante os protestos de hoje, está sendo analisado.

“O policial que aparece nas imagens em discussão com o manifestante foi chamado para apresentar detalhes do fato, as imagens serão analisadas, bem como outras que chegarem, e o caso será objeto de uma apuração mais detalhada por parte da corporação”, diz a nota.

Veja nota na íntegra:

O comando do 2º Batalhão informa que o fato ocorrido em um Call Center, no começo da manhã de hoje, no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande, está sendo analisado. As equipes estiverem no local para atender a um chamado dos próprios trabalhadores da unidade, antes das seis horas da manhã, que estariam sendo impedidos de entrarem no ambiente de trabalho.

Chegando lá, foi encontrado o grupo de manifestantes com as faixas bloqueando o acesso e um deles, que estava mais exaltado, entrou em discussão com um dos policiais. O policial que aparece nas imagens em discussão com o manifestante foi chamado para apresentar detalhes do fato, as imagens serão analisadas, bem como outras que chegarem, e o caso será objeto de uma apuração mais detalhada por parte da corporação.

Policial dá tapa no rosto de manifestante em Campina Grande: assista

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.