Coletiva nesta quarta vai confirmar que corpo encontrado em Bananeiras é de Tiago Fontes

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A Polícia Civil está fazendo mistério e marcou uma entrevista coletiva para esta terça-feira, 14, para anunciar uma novidade no caso do desaparecimento da menina Ana Sophia, de 8 anos. Mas, a informação que será tornada pública é de que o corpo encontrado na semana passada em adiantado estado de decomposição é de Tiago Fontes, principal suspeito de ter assassinado a garota e ocultado o cadáver. Era esperado para hoje o resultado do exame papiloscópico elaborado pelo perito Clébio Gomes, mas ele disse que havia sido orientado a não ceder qualquer informação sobre o assunto.

Uma fonte da Polícia Civil vazou o resultado do laudo que analisou as impressões digitais do corpo localizado no sítio Camará para setores da imprensa e garantiu que se trata de Tiago, esposo de uma professora de Ana Sophia e vizinho da família da menina que desapareceu no dia 4 de julho depois de ter saído de casa para brincar na casa de uma amiga. Como a família da criança estava de saída para outro município, Ana deixou o local e imagens de circuito de segurança mostram quando ele foi sozinha até a casa de Tiago, onde ele estava junto com as filhas, uma adolescente de 14 anos e uma bebê de 2 anos. Ao retornar de carro, a esposa de Tiago estacionou o veículo de ré e ficou no local por 17 minutos. Após esse tempo, ele saiu com carro para trabalhar.

Mas, ele fez um trajeto diferente do que costumava. Tudo indica que ele tenha passado por uma estrada de terra, com áreas de mata densa nos arredores, e atrasou 20 minutos para chegar ao local de trabalho, num condomínio em Bananeiras. A polícia chegou a essa conclusão porque ele não foi filmado pelas câmeras de segurança da entrada da cidade, onde teria que passar pela pista principal, caso seguisse o caminho usual.

No mês de setembro, a Polícia Civil da Paraíba informou que não tinha dúvidas de que Tiago havia sido responsável pelo desaparecimento de Ana Sophia. A prisão preventiva dele foi pedida, mas ele fugiu antes de ser preso.

Na quinta-feira, 9, dois agricultores encontraram um cadáver em adiantado estado de decomposição em uma área de mata fechada, entre Bananeiras e Solânea.

Como não há pessoas adultas desaparecidas na região, a hipótese cogitada é que se tratasse de Tiago, o que deve ser confirmado na entrevista coletiva desta terça-feira, 13, às 10 horas, na sede da Delegacia-Geral (prédio da Secretaria de Segurança Pública, em Mangabeira).

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

Anteriores

jucelio

MAIS LIDAS