Centrão articula mandato vitalício no Senado para blindar Bolsonaro

Líderes do Centrão estão se movimentando para uma verdadeira operação de blindagem em favor do presidente Jair Bolsonaro caso ele seja derrotado nas urnas nas eleições do próximo ano. A ideia é criar o cargo de senador vitalício, ocupado por ex-presidentes, visando dar imunidade parlamentar ao ex-capitão se ele não for reeleito.

A articulação foi revelada no podcast Papo de Política, do portal G1, nesta sexta-feira (29). Parlamentares do Centrão estariam, de acordo com o portal, trabalhando para apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) em breve, criando o novo cargo que beneficiaria Bolsonaro diante de uma derrota em 2022. A cadeira seria honorífica e sem remuneração, com direito a voz e espaço na tribuna do Senado, mas sem poder de voto.

Essa não é a primeira vez que se discute a criação do cargo de senador vitalício. A proposta foi debatida por parlamentares em 2002 e em 2015. Mas o projeto foi rejeitado em plenário.

 

1 comentário

  • LUIS EVANDRO SANTOS DE SA
    10:22

    Delinquentes de paletó e gravata planejando proteger o genocida responsável por mais de 600 mil mortes. Tudo farinha do mesmo saco.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.