Cássio denuncia que Governo comprou software superfaturado

A Coligação "A Vontade do Povo" denunciou hoje que a Secretaria de Estado da Administração contratou, no início de 2013, um software por R$ 54 milhões da empresa Link Data, de Brasília. De acordo com a coligação do candidato Cássio Cunha Lima (PSDB), o Conselho Nacional de Justiça comprou o mesmo programa por  menos de R$ 1 milhão: exatos R$ 999.771,10.
 
Ainda de acordo com os tucanos, o valor desembolsado pelo governo paraibano foi superior em, pelo menos, 54 vezes o que o CNJ pagou à empresa Link Data, em Brasília, para dispor de uma solução integrada e informatizada de gestão de patrimônio, compra e almoxarifado. 
 
A coligação do PSDB ainda citou que numa compra similar feita pelo Governo do Estado de Sergipe, a aquisição do programa de computador não ultrapassou os R$ 2,8 milhões.
 
Finalmente, o grupo político de Cássio afirma que o Governo do Estado bancou um superfaturamento de 1.800% em relação ao valor pago pelo mesmo software do Governo de Sergipe.
 
O valor seria suficiente para contratar 230 engenheiros de software do Google pelo período de um ano, pagando R$ 235 mil/ano.
 
Em sua denúncia, a coligação cita que o governo destinou, em todo seu mandato, R$ 57 milhões para a estatal Codata (Companhia de Processamento de Dados do Estado da Paraíba), mas teria comprado um programa de computador superfaturado por quase o mesmo valor.
 
Os gastos, ao longo de quase quatro anos, do governo com a Codata, envolvem investimentos em equipamentos, pagamento da folha salarial e custeio.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.