Cássio acusa Maranhão de buscar repetir tapetão: “Ele nunca foi eleito”

O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) fez hoje duras críticas ao governador José Maranhão (PMDB) por causa dos pedidos de impugnação de candidaturas impetrados pela Coligação Paraíba Unida contra a chapa de oposição. O tucano acusou Maranhão de querer impedir a eleição, buscando inviabilizar a postulação de Ricardo Coutinho (PSB).

– No momento que o PMDB entra com um pedido de impugnação contra a candidatura de Ricardo Coutinho, os nossos adversários mostram de forma clara que temem a eleição.  Por que tentar impedir que a eleição se realize com a apresentação de várias candidaturas? O fato é que ele está acostumado a fazer isso. A primeira vez que foi governador foi por uma fatalidade. Assumiu o cargo pela morte do titular que foi eleito [Antônio Mariz]. No segundo mandato, chegou ao Governo porque fraudou uma convenção. A convenção do PMDB foi marcada pelo confinamento dos convencionais e pelo uso da máquina pública, determinada pelas nomeações dos convencionais no Governo do Estado. Nesta terceira oportunidade, assumiu por uma decisão injusta da Justiça que cassou o meu mandato. Cassaram mais de um milhão de votos. Na quarta vez que tenta chegar ao Governo, ele novamente tenta ganhar no WO. Fica caracterizado que ele não quer disputar a eleição e teme a decisão soberana do povo.

As declarações foram feitas no Hotel Faraó, em João Pessoa, durante o lançamento do site de campanha do senador Efraim Morais (DEM), seu companheiro de chapa pela Coligação Uma Nova Paraíba.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.