Cartaxo censura Couto por críticas a Maranhão: “É inconsequência”

O vice-governador do Estado, Luciano Cartaxo (PT), lançou hoje uma nota de censura ao fato de o deputado federal Luiz Couto, presidente de seu partido, ter ido à tribuna da Câmara para criticar ações do governador José Maranhão (PMDB), a quem acusou de promover falcatruas e farra com o dinheiro público.

Confira a íntegra da nota:

A crítica que o deputado Luiz Couto fez da tribuna da Câmara Federal à nossa gestão PMDB/PT sobre farra com dinheiro público é de uma inconsequência sem precedentes. Ao mencionar o caso Moinho Dias Branco, o deputado esqueceu-se de informar que aquele ato foi desfeito, sem prejuízo ao erário, e devidamente explicado, em audiência pública, na Assembleia Legislativa. No Plenário daquela Casa, nem os deputados do PSDB e do DEM ousaram fazer ilações dessa envergadura.

Ao dizer sobre o governador Maranhão que “o único objetivo até o momento tem sido financiar seus interesses particulares à custa do dinheiro público”, Couto deveria apresentar provas. A Paraíba espera de seus representantes uma postura mais propositiva, ao invés de discursos raivosos e inconsistentes que maculam a imagem do Estado.

O PT passa por um momento especial na Paraíba. Pela primeira vez, o partido assume o Governo do Estado de forma efetiva. Temos vários quadros partidários colaborando com a administração como é o caso de Giucélia Figueiredo, Anselmo Castilho e Rodrigo Freire, além da bancada petista que, de forma inequívoca, dá sustentação na Assembleia Legislativa. Tenho certeza de que o deputado contribuiria muito mais com o povo paraibano se utilizasse o único mandato de deputado federal do PT para trazer mais recursos para a Paraíba, bem como ampliar as políticas sociais do Governo Lula no Estado.

Assim, esperamos do presidente estadual e único deputado federal da legenda, uma postura comprometida com as decisões partidárias e com o governo que o PT representa. A oposição insana ao próprio governo e ao partido, cujo principal dirigente é o deputado Luiz Couto, deveria cessar. As acusações ao nosso governo e ao governador José Maranhão para criar factóides e manter viva a esperança de ser candidato a Senador devem ter limites.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.