Cartaxo admite voltar ao PT e critica ações de aniversário de João Pessoa

Ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), criticou as comemorações de 436 anos da capital da Paraíba conduzidas por seu adversário, Cícero Lucena (PP). “O aniversário da cidade praticamente passou em branco. O que entregaram foi um letreiro onde já existia. Podiam ter feito muito mais. Achei muito tímido esse presente para a cidade. Desmancharam somente para dizer que o novo foi feito pela atual gestão”.

Cartaxo ainda minimizou as realizações do governador João Azevêdo (Cidadania) e disse que ele governa, mas não apresenta resultados. “O governador se junta com o prefeito e entrega um letreiro que na verdade foi um presente de uma empresa. É um resultado muito aquém do que a população esperava. O governador se apresentou como engenheiro e responsável pelas obras. Ele pode ter colocado na prancheta, mas não tirou. “.

PT – Sobre a visita que fez à presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann acompanhado pelo deputado federal José Guimarães, coordenador do Grupo de Trabalho Eleitoral do partido, Cartaxo admitiu que o tema filiação foi tratado. “Não foi um tema principal. Eu fui a Brasília e conversei com Gleisi Hoffmann e José Guimarães, responsável pelo GTE do Nordeste e trabalhamos a questão da Paraíba e do Brasil. O cenário nacional me deixa muito preocupado porque voltamos ao mapa da fome. O desemprego aumenta, a inflação também e o presidente não se preocupa em cuidar do povo”.

A entrevista foi concedida na Rádio BandNews Manaíra (103,3 MHZ) no programa Band News Manaíra primeira edição apresentado por Cacá Barbosa e Cláudia Carvalho.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.