Cardivando de Oliveira permanece estável e deve passar por exame nesta segunda

Internado na sexta-feira, 9, depois de sofrer um acidente vascular cerebral isquêmico, o radialista paraibano e ex-vereador de João Pessoa, Cardivando de Oliveira, 73 anos, permanece estável na Urgência Cardiológica do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, para onde foi transferido no início da noite de sexta depois de receber o atendimento inicial no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Nesta segunda-feira, 12, ele deve passar por um exame complementar, o dopler de carótidas, usado para ampliar as informações de diagnóstico e que utiliza os ultrassons para estudar, em tempo real, a anatomia e circulação nas artérias carótidas e vertebrais (que fornecem sangue para o cérebro).

As informações foram repassadas ao ParlamentoPB por amigos de Cardivando. Segundo eles, o comunicador teve o lado direito do corpo paralisado por causa do AVC.

O que é AVC isquêmico – O Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI), também conhecido por derrame ou isquemia cerebral, é causado pela falta de sangue em uma área do cérebro por conta da obstrução de uma artéria.

Quando não mata, o AVCI deixa sequelas que podem ser leves e passageiras ou graves e incapacitantes. As mais frequentes são paralisias em partes do corpo e problemas de visão, memória e fala.

A falta do sangue, que carrega oxigênio e nutrientes, pode levar à morte neuronal em poucas horas. Por isso, o reconhecimento dos sintomas e encaminhamento rápido ao hospital são atitudes fundamentais.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.