Candidato de Veneziano poderá ser anunciado na semana que vem

Mafalda Moura
 
O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), disse hoje que até a próxima semana terá em mãos uma pesquisa que lhe dará respaldo para apoiar o nome que disputará a prefeitura da Rainha da Borborema no pleito de 2012. Segundo Veneziano, os questionários já estão prontos e em breve começarão a ser distribuídos.
 
– Nós contratamos dois institutos de pesquisa, os questionários já estão prontos, eles apenas ficaram de confirmar se colocarão nas ruas ainda esta semana, pois a maioria dos pesquisadores são estudantes universitários de estatística e matemática. É provável que até a próxima semana teremos essa definição sobre o apoio que nós iremos dar. É bom que fique claro que essa decisão não é do PMDB e sim do eleitor. Vamos respeitar os nomes que forem citados na pesquisa.
 
Veneziano comentou as declarações do governador Ricardo Coutinho (PSB), de não contribuir para a realização do São João de Campina Grande, em 2012.
 
– É lamentável que o Governador mencione o São João de Campina de forma pejorativa. Essa é a maior festa popular do país e ele não o ajudou. Campina Grande hoje está entre os dez principais roteiros do país. Em um universo de mais de cinco mil municípios, Campina Grande está lá com nossas ações turísticas. Mas a própria Ruth Avelino já demonstrou interesse em ajudar Campina Grande e eu ainda tenho esperança que isso aconteça. A esperança não é por achar que haja respeito e preocupação com Campina Grande, mas sim por ser um ano eleitoral. Tanto ele como o vice-governador, ausentes como estiveram em 2011, no São João, Festival de Inverno e Encontro Religiosos, haverão de se apresentar nesse próximo ano.
 
O prefeito de Campina aproveitou para criticar a atuação do governo de Ricardo Coutinho na Rainha da Borborema. Segundo Veneziano, nada foi feito e nenhuma parceria firmada.
 
– O governador e o secretário de comunicação estão muito irritados comigo. É índole do governador não aceitar contestação e eu fui fazer a minha análise do ano de 2011 e ele não deve ter gostado, pois eu disse que foi nulo. O ano de 2011, no governo Ricardo Coutinho, Rômulo Gouveia e aliados foi zero, nulo, perdido. Ele foi a Campina Grande para reinaugurar o Hospital do Trauma, foi novamente para inaugurar uma obra praticamente pronta da polícia civil, o restaurante popular, renovar convênios e fazer anúncios.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.