Campus Santa Luzia do IFPB será inaugurado na próxima quarta-feira

A região do Vale do Sabugi, no sertão do estado, vai ganhar na próxima quarta-feira, dia de São Pedro (29 de junho), um importante equipamento educacional: a sede própria do campus Santa Luzia do Instituto Federal da Paraíba. Será o 6º campus inaugurado pelo reitor Nicácio Lopes em sua gestão.

O campus Santa Luzia iniciou suas atividades em 2014 como Centro de Referência em Educação Profissional e em 2017 ganhou o status de campus, na gestão do então ministro da educação, Mendonça Filho. A unidade funciona em instalações cedidas pela prefeitura, na Rua Jader Medeiros, no centro, e atende centenas de estudantes do Vale do Sabugi e de cidades vizinhas do estado do Rio Grande do Norte.

A sede própria do campus Santa Luzia será a 6ª unidade a ser inaugurada pelo reitor do IFPB em sua gestão. O primeiro campus entregue foi o de Itabaiana, depois vieram Catolé do Rocha, Guarabira, Santa Rita e Esperança. “Este será um momento muito importante para a educação profissional na Paraíba, principalmente num instante de tantas dificuldades e falta de recursos, vamos entregar o campus com instalações modernas, equipado e com 100% dos recursos empenhados” destacou o reitor Nicácio Lopes.

O IFPB espera que a comunidade acadêmica prestigie a festa de inauguração, que terá a participação de diretores e gestores da instituição, além de agentes políticos e parlamentares. A nova sede do campus está localizada na avenida Dorinha Eugênio, s/n, no bairro Cidade Universitária. “Eu agradeço ao deputado federal Efraim Filho, que foi o grande incentivador da criação do Campus Santa Luzia destinando recursos para a nossa instituição, assim como outros parlamentares de várias correntes partidárias” disse Nicácio Lopes.

Até o final do mandato do reitor, ainda este ano, será inaugurado o campus Itaporanga, o 7º em sua gestão. “Isso será um marco porque estaremos finalizando todos os nossos campi programados” concluiu o gestor.

O campus Santa Luzia oferece três cursos para a comunidade: dois técnicos subsequentes nas áreas de informática e energia renovável e um integrado ao ensino médio na área de informática.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.