Campina não recebeu verba do Mintur e avalia se mantém Aliança na organização do São João

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), interrompeu momentaneamente suas férias, iniciadas na última segunda-feira, para tratar do assunto de maior repercussão no dia em toda a Paraíba: a deflagração da Operação Fantoche, da Polícia Federal, investigando irregularidades no uso de recursos do Ministério do Turismo através do Sistema S em eventos.

Como foram cumpridos mandados de busca e apreensão em Campina Grande, onde reside o presidente da Fiep, Buega Gadelha, contra o qual existe ainda um mandado de prisão e também pesam suspeitas sobre a empresa Aliança, responsável pelo São João da Rainha da Borborema, Romero decidiu se pronunciar sobre os fatos.

Ele disse que a prefeitura de Campina Grande não recebeu qualquer verba do Ministério do Turismo durante sua gestão: “Não recebemos nenhum real do Ministério do Turismo. Esse tipo de evento que está sendo alvo da Operação não diz respeito à prefeitura de Campina Grande”, disse ele durante entrevista por telefone à Rádio Arapuan.

Segundo ele, os repasses do Ministério para Campina Grande foram feitos de 2002 a 2010.

O prefeito acrescentou que a empresa Aliança prestou um bom serviço ao São João de Campina Grande, que só se ampliou: “Com serenidade vou retornar no fim de semana e vou consutar o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba e vamos nos posicionar sobre o evento. Não estou dizendo que vou manter o contrato com a Aliança. Eu falei em discutir o assunto. Com serenidade vamos anunciar uma decisão”, disse Romero.

O gestor ainda falou sobre o mandado de prisão contra o empresário campinense Buega Gadelha: “Tenho muito respeito por ele e acredito que é preciso aguardar a argumentação dele. Não se pode condenar Buega ou ninguém por antecipação. Tenho um bom relacionamento com ele e ele não é o o único representante do Sistema S no Brasil”.

1 comentário

  • Paulo Sérgio Cunha Filho
    13:01

    O prefeito mentiu… Campina recebeu recursos federais em todas as edições do Maior São João do Mundo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.