Câmara homenageia Massilon Gonzaga com título de cidadania

O Poder Legislativo campinense realizou sessão solene para a entrega de Título de Cidadão Campinense ao jornalista, radialista e professor do curso de Comunicação Social da UEPB, Massilon Gonzaga de Luna, nesta sexta-feira, 14, no Plenário da “Casa de Félix Araújo”. A propositura é autoria do então vereador Evilásio Junqueira, e foi aprovada por unanimidade, na época, e subscrita pelo atual vereador Joselito Germano, PRP, que fez a entrega da comenda.

Participaram da sessão que foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Nelson Gomes Filho, o deputado estadual, Romero Rodrigues; o coordenador do curso de Comunicação Social da UEPB, professor Orlando Ângelo; o presidente da ACI, jornalista Antonio Nunes; o presidente da OMEB, pastor Clélio Cabral; ex-vereador Mário de Souza Araújo, o sanfoneiro “Abdias do Acordeom”; os vereadores, Rodolfo Rodrigues, Olimpio Oliveira, Antonio Pereira, Joselito Germano e José Ribamar; esposa, filhos, irmão e amigos do homenageado entre outros artistas além de uma apresentação do “Grupo Tropeiros da Borborema”.

O vereador Joselito germano saudou Massilon Gonzaga lembrando que o mesmo nasceu na cidade de Pombal, em 11 de setembro de 1952, filho de José Firmino de Luna e Roza Gonzaga de Luna. “Seus primeiros passos na comunicação foram dados ao lado do um inseparável amigo João de Souza Costa, no final dos anos 60, não propriamente no rádio, mas com o microfone, no Colégio Diocesano de Pombal”, acrescentou.

Disse que o professor e sanfoneiro Massilon veio morar em Campina Grande aos 18 anos de idade. Em 1972, pelas mãos de Gilson Souto Maior, entrou na Rádio Borborema, a maior emissora da cidade. Depois, Rádio Caturité e, posteriormente, foi morar em Manaus-AM, onde trabalhou na Rádio Tropical-FM. Ao regressar, ingressou no Curso de Comunicação Social da UEPB, concluiu o curso de Jornalismo, se especializou em Rádio Jornalismo tornando-se, em seguida, professor da mesma universidade. 

Em seu discurso de agradecimento o mais novo cidadão campinense ressaltou que, “alegra-me a emoção deste instante. Alegra-me, repito, e conforta-me pela celebração deste momento, que me orna o espírito. Menino pobre, nascido na cidade de Pombal, no alto sertão da Paraíba, filho de uma lavadeira de roupas e de um servente de pedreiro, estudante de Escola Pública, aqui estou neste momento, recebendo tão importante comenda”.

Massilon destacou ainda que, “é imperativo que se reconheça ser o Poder Legislativo esperança na força da representação política como vetor de transformação e mudança do processo social e econômico de Campina Grande, na órbita de sua competência. Desde pequeno aprendi que a política é a arte de fazer amigos. Metáfora à parte, reafirmo, com toda convicção, “o Parlamento é o chão sagrado da democracia”. É o território natural da liberdade”, destacou. 

Concluiu agradecendo a comenda em nome esposa, da filha Marta Valéria Gonzaga, do filho Marcio Gonzaga, da neta Heloisa, dos irmãos, Maciel Gonzaga e  Marcelina Gonzaga. “Agora estando eu na condição de filho de Campina Grande de fato e de direito, a partir deste momento, digo que esta cidade não nos concede apenas um diploma, que será aposto na parede. Vai ser muito mais. Vai ser um compromisso, ao lado de todos aqueles que querem ver esta terra crescer: de luta, de coragem e vontade de fazê-la cada vez maior”, concluiu. 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.