Câmara de Bayeux rejeita nova denúncia que poderia levar à cassação de Berg Lima

Por uma diferença de apenas um voto, a Câmara Municipal de Bayeux rejeitou na manhã desta quinta-feira (28) a denúncia, com pedido de impeachment, do prefeito Berg Lima. 9 vereadores votaram contra o recebimento da denúncia e 8 votaram a favor.

O novo pedido de impeachment apresentado pelo vereador Roni Alencar foi rejeitado por

O vereador Roni Alencar (PMN), autor do pedido de cassação do mandato de Berg protocolado na última segunda-feira (25) tachou de vergonhoso a rejeição da denúncia. “Uma vergonha. Sem compromisso com o povo”, disse ele ao ParlamentoPB.

O documento deveria ter sido lido em plenário na sessão da última terça-feira (26), mas a leitura e a decisão sobre se os vereadores acatariam ou não a denúncia foi adiada para hoje e o prefeito conseguiu se livrar de um novo processo de cassação.

Roni Alencar pediu o impeachment de Berg com base na Lei Orgânica do Município, no Regimento Interno da Câmara Municipal e no Decreto Lei 201. Berg, segundo o parlamentar, o gestor vem descumprindo a legislação, ao deixar de responder informações e dados solicitados pelos vereadores via requerimentos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.