Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Brito Neto considera “ameaçadora” organização do movimento gay no Brasil

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Em mais uma investida contra os homossexuais, o ex-deputado federal Walter Brito Neto (PRB) se posicionou hoje à tarde contra o projeto antihomofobia e declarou que o projeto antihomofobia (PLC 122) seria "de grande risco para a sociedade brasileira" porque prevê a punição de atos discriminatórios contra os gays. Ele também criticou a tese de adoção por casais homoafetivos, alegando que seria uma forma de desconfigurar a família:

– A lei da adoção não dá direito a pais homossexuais adotarem crianças, mas não pode querer dizer que um homem barbado seja caracterizado como mãe. Uma mulher não pode ser caracterizada como pai. Isso é desfigurar a família e o papel do pai e da mãe. Lutamos contra isso, mas na condição de solteiro, qualquer pessoa pode adotar.

Brito Neto ainda comentou a censura pública sofrida por ele e vinda de outro político evangélico, o deputado estadual Ruy Carneiro, que o aconselhou a ser "mais cristão" e não discriminar os gays.

– Ruy Carneiro perdeu seu precioso tempo para me atacar. Ele deveria se preocupar com as questões de interesse da Paraíba. Ele vai à Igreja pedir votos, mas defende os homossexuais. Eles devem ter seus representantes e se Ruy Carneiro se colocar como um deles, vou entender, mas ele não pode atacar à minha pessoa.

A entrevista de Walter Brito Neto foi concedida à rádio 98 FM de João Pessoa.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

f6e0316c-7fcf-455c-97a6-45997afb091b

Relatório de Efraim à PEC que criminaliza o porte de drogas é aprovado no Senado

camaradiasdavila

Vereadores de município baiano aprovam reajuste de R$ 0,46 para professores

chuvasjp (2)

João Pessoa tem média de 29 mm de chuvas em 24 horas, mas sem ocorrências graves

alpbabre (1)

ALPB garante acompanhantes para mulheres em procedimentos médicos com sedação

odonecico

Sancionada Lei que proíbe fogos de artifício com estampido em João Pessoa

1713220734661dac7e30ef1_1713220734_3x2_lg

Unimed manda cancelar plano de saúde de idosa de 102 anos

alph-ufpb (1)

Caso Alph: Ex-namorada é julgada pela morte de estudante da UFPB

Unimed JP 1

Unimed JP abre seleção para médicos atuarem em unidade de serviço domiciliar

Gervásio Maia, deputadoo

Projeto de Gervásio quer garantir fornecimento gratuito de repelentes para inscritos no CadÚnico

Vitor Hugo e Wallber Virgolino

Vitor Hugo diz que se Wallber entrar em bairro de Cabedelo será metralhado; deputado reage