Bonner denuncia fraude com CPF de filho em auxílio emergencial

Um dos filhos de William Bonner, âncora do “Jornal Nacional” (Globo), teve seu nome envolvido em uma fraude envolvendo o auxílio emergencial do governo — cedido por causa da pandemia de coronavírus. “Na terça, dia 19, fui informado de que o jornal Meia Hora tinha obtido documentos do suposto registro de meu filho no programa de auxílio emergencial do governo. Meu filho não pediu auxílio nenhum, não autorizou ninguém a fazer isso por ele. Mais uma fraude, obviamente”, postou sobre Vinícius, 22, um de seus três filhos com Fátima Bernardes.

Bonner fez o anúncio na manhã desta quinta-feira no Twitter. “Estelionatários têm usado há 3 anos o nome e do CPF de meu filho para fraudes, como a abertura de empresas ou a contratação de serviços de TV por assinatura, entre outras”, postou sobre Vinícius, 22.

Segundo ele, há três anos estelionatários têm usado o CPF de Vinícius para cometer fraudes, entre outras, assinaturas de TV paga e abertura de empresas. Revoltado, Bonner diz que contratou advogados para cuidar do caso, e que registrou BO.s em delegacias, mas que chegaram a sugerir que o rapaz trocasse o CPF. “No Brasil, a vítima de golpes dessa natureza precisa passar por uma longa provação, em que tempo e dinheiro se esvaem no desenrolar do processo burocrático”, afirmou.

“Somos brasileiros. Temos combatido cada nova fraude com persistência e resignação. Mas elas não param. E aí entramos na questão da proteção do dinheiro público.”

 

 

 

UOL

Comentários