Bolsonaro diz que novo coordenador do Enem vai ignorar “lacração”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) elogiou o novo coordenador da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o gestor, Murilo Resende vai priorizar o ensino e ignorar a promoção da “lacração”, em uma referência irônica a linguagem comum no meio LGBT+.

“Murilo Resende, o novo coordenador do Enem é doutor em economia pela FGV e seus estudos deixam claro a priorização do ensino ignorando a atual promoção da “lacração”, ou seja, enfoque na medição da formação acadêmica e não somente o quanto ele foi doutrinado em salas de aula”, disse Bolsonaro, no Twitter, neste sábado (5).

A citação sobre “lacração” que Bolsonaro fez tem a ver com uma questão do Enem 2018, em que se discutia a linguagem LGBT+ com gírias e outros termos específicos. Na época, o então candidato criticou a prova por essa e outras abordagens sociais.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.