Bira, Raíssa e Sandra criticam projeto de Eliza em dia de protesto de artistas

O Fórum Permanente de Artes Visuais esteve hoje de manhã na Câmara Municipal de João Pessoa para apresentar um abaixo assinado com moção de repúdio à vereadora Eliza Virgínia (PPS). O motivo da reclamação dos artistas é a elaboração de um projeto prevendo a análise prévia dos vereadores a todas as obras de artes a serem implantadas em áreas públicas do município. Os manifestantes foram recebidos pelo vereador Ubiratan Pereira (PSB), que leu parte do texto do protesto e se solidarizou com os críticos de Eliza:

– Temos que tratar a arte como política pública. A Funjope fez um concurso com edital público. A partir daí, qualquer artista pode apresentar sua obra. Os vereadores não podem saber mais sobre arte que os artistas – disse Ubiratan.

Em seguida, a vereadora Raíssa Lacerda (DEM) pediu a palavra, em aparte:

– Ela deve estudar o que é cultura para poder emitir uma opinião. O prefeito de João Pessoa quer prestigiar os artistas paraibanos.

Mais foi a vereadora Sandra Marrocos (PSB), quem fez um pronunciamento sobre o assunto e pediu desculpas aos artistas pela "ousadia de alguns vereadores de desrespeitarem a arte":

– A arte liberta. A cultura faz o povo pensar e questionar. Na Alemanha de Hitler e na Rússia de Stalin, o Estado ditou aos artistas o que fazer. Ai daquele que tentar cassar a liberdade de expressão. Uma expressão artística não deve passar por essa Casa. Há pessoas capacitadas para fazer essa análise e isso está previsto no edital. A intolerância contra a arte vai contra o Estado democrático de direito. O Brasil já viveu uma ditadura e maltratou muitos companheiros. A arte não está a serviço da estética, mas da reflexão. Tenho certeza que a vereadora Eliza Virgínia vai receber a moção de repúdio. Os representantes do Fórum tentaram fazer a leitura aqui, mas não conseguiram. Vossa excelência nos envergonhou perante os artistas. Quero acreditar que foi por ignorância porque não creio em má fé, que seria pior.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.