Beija-Flor é campeã do Carnaval do Rio; Tuiuti fica em segundo lugar

A Beija-Flor de Nilópolis venceu o Carnaval carioca, desfilando no segundo dia do Grupo Especial, na Sapucaí, com o enredo “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, do carnavalesco Cid Carvalho. Num resultado disputado, nesta quarta-feira (14), a escola de Nilópolis venceu por um décimo a Paraíso do Tuiuti.
A campeã Beija-Flor aproveitou os 200 anos do romance “Frankenstein”, de Mary Shelley, para fazer um paralelo com as mazelas brasileiras. O enredo fez uma extensa crítica à sociedade brasileira, incluindo o campo político e a intolerância religiosa.
Vice-campeã
Uma das agremiações mais elogiadas no Grupo Especial do Carnaval carioca, a Tuiuti ficou com o vice-campeonato. Com o enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, do carnavalesco Jack Vasconcelos, a escola de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, trouxe uma polêmica e comentada representação do presidente Michel Temer como o “Vampiro do Neoliberalismo”. A Tuiuti também representou os paneleiros que pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff como fantoches manipulados.

Comentários